Brasil tem 129 profissionais de enfermagem mortos por covid-19

Em uma semana, de acordo com informações do Cofen (Conselho Federal de Enfermagem), 23 trabalhadores da linha de frente perderam suas vidas

Número de infectados continua crescendo no país

Número de infectados continua crescendo no país

Marcelo Chello/CJPress/Estadão Conteúdo

O Brasil acumula 129 mortes de profissionais de enfermagem por covid-19, desde o primeiro registro oficial da doença.

Em apenas uma semana, de acordo com informações do Cofen (Conselho Federal de Enfermagem), 23 trabalhadores da linha de frente perderam suas vidas no combate à pandemia do novo coronavírus

Segundo o painel de monitoramento do órgão, mais de 17 mil, entre enfermeiros, técnicos e auxiliares, foram afastados por suspeita ou diagnóstico comprovado por meio de exame RT-PCR, testes rápidos e, também, clínico. Do total, há 5.283 casos confirmados e outros 10.769 estão cumprindo ou cumpriram quarentena preventiva. 

A região Sudeste é a mais afetada pela crise sanitária, com 48,63% de todas as ocorrências no país. O estado São Paulo lidera o ranking e, sozinho, corresponde a 3.850 profissionais infectados e 35 óbitos.