Brasil tem 299 mortes por coronavírus e quase 8.000 casos

Ministério da Saúde atualizou números na tarde desta quinta-feira; ontem, eram 6.836 casos de covid-19 confirmados e 241 óbitos

Hospital de campanha em SP terá 1.800 leitos

Hospital de campanha em SP terá 1.800 leitos

ETTORE CHIEREGUINI/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O Ministério da Saúde contabiliza, nesta segunda-feira (2), 299 mortes por coronavírus e 7.910 casos confirmados. 

Em 24 horas, foram registrados 1.074 novos casos de covid-19 e 58 óbitos. 

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que os números indicam que "a gente está conseguindo ficar com uma curva [de número de casos] menos íngreme".

"O que mostra ue está valendo a pena a diminuição dessa dinâmica social, que a gente deve manter, até que a gente tenha condições de falar que estamos com um setor [de saúde] mais organizado, mais responsivo."

A preocupação do ministério é que um eventual afrouxamento de medidas de distanciamento social impostas por estados e municípios possa aumentar o número de infectados sem que o sistema de saúde esteja preparado. 

São Paulo é o estado com maior número de pessoas com diagnóstico confirmado: 3.506 (188 óbitos). 

O Rio de Janeiro tem 992 casos, incluindo 41 mortes. Apenas cinco unidades da federação não registraram óbitos por coronavírus até o momento. 

A taxa de letalidade da doença no país, que até ontem era de 3,5%, teve uma leve variação nesta quinta-feira e foi para 3,8%. 

Veja o número de casos e mortes por estado:

Acre: 43
Alagoas: 18 (1 morte)
Amapá: 11
Amazonas: 229 (3 mortes)
Bahia: 267 (3 mortes)
Ceará: 550 (20 mortes)
Distrito Federal: 370 (4 mortes)
Espírito Santo: 120 (1 morte)
Goiás: 73 (1 morte)
Maranhão: 71 (1 morte)
Mato Grosso: 36
Mato Grosso do Sul: 53 (1 morte)
Minas Gerais: 370 (4 mortes)
Paraná: 252 (4 mortes)
Paraíba: 21 (1 morte)
Pará: 46 (1 morte)
Pernambuco: 106 (9 mortes)
Piauí: 19 (4 mortes)
Rio Grande do Norte: 105 (2 mortes)
Rio Grande do Sul: 334 (5 mortes)
Rio de Janeiro; 992 (41 mortes)
Rondônia: 10 (1 morte)
Roraima: 26
Santa Catarina: 247 (2 mortes)
Sergipe: 23 (2 mortes)
São Paulo: 3.506 (188 mortes)
Tocantins: 12