Novo Coronavírus

Saúde Brasil tem 52.645 mortes por covid-19; casos vão a 1.145.906

Brasil tem 52.645 mortes por covid-19; casos vão a 1.145.906

País registrou segundo maior aumento de óbitos, com 1.374 notificações nas últimas 24 horas; total de infectados pelo novo coronavírus cresceu 39.436 

  • Saúde | Ricardo Pedro Cruz, do R7

Desde o início da crise, 4.059 profissionais de enfermagem foram afastados

Desde o início da crise, 4.059 profissionais de enfermagem foram afastados

DENNY CESARE/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

O Brasil confirmou 1.374 mortes por covid-19, doença respiratória provocada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2), nas últimas 24 horas. É o segundo maior aumento diário desde o início da pandemia. Os dados foram divulgados no início da noite desta terça-feira (23) pelo Ministério da Saúde. 

Segundo lugar em número de vítimas fatais em todo o mundo, de acordo com o painel criado pela Universidade Johns Hopkins, o País acumula 52.645 óbitos. Há ainda 3.911 mortes em investigação. Os Estados Unidos lideram o ranking, com 121.029 pessoas mortas e Reino Unido em terceiro, com 43.011. 

O contingente de casos confirmados também cresceu de ontem para hoje. Com 39.436 novos infectados, o total foi a 1.145.906 —cerca de quatro meses após o primeiro diagnóstico positivo. O governo federal estima, no entanto, que 479.916 já estão recuperados. 

Na segunda-feira (23), Michael Ryan, diretor-executivo do Programa de Emergências em Saúde da OMS (Organização Mundial da Saúde), disse que a pandemia tem sido subnotificada no Brasil, devido ao baixo número de testes realizados no País. "Nós estamos subestimando o número real de casos." 

SP tem novo recorde de mortes em 24 horas

Estado concentra o maior número de casos confirmados da doença no País

Estado concentra o maior número de casos confirmados da doença no País

Sebastião Moreira/EFE - 19.06.2020

São Paulo registrou um novo recorde de mortes por covid-19. Nas últimas 24 horas, segundo informações apresentadas pela Secretaria Estadual de Saúde, foram notificados 434 óbitos. Com isso, o estado tem agora 13.068 vítimas fatais desde o início da pandemia. 

O maior número até então havia sido no dia 17 de junho (389 óbitos). Vale ressaltar, no entanto, que isto não significa necessariamente que eles tenham ocorrido no período, mas que o registro no sistema aconteceu entre ontem e hoje. 

De acordo com o governo estadual, o contingente de diagnisticados com a infecção respiratória cresceu 7.502 casos. Ao todo, 229.475 foram contaminadas pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2). 

Veja a situação em cada estado do Brasil

São Paulo: 229.475 casos (13068 mortes)
Rio de Janeiro: 100.869 casos (9153 mortes)
Ceará: 97.528 casos (5717 mortes)
Pará: 88.636 casos (4672 mortes)
Maranhão: 72.021 casos (1797 mortes)
Amazonas: 65.073 casos (2686 mortes)
Pernambuco: 52.831 casos (4339 mortes)
Bahia: 49.084 casos (1491 mortes)
Paraíba: 38.999 casos (807 mortes)
Espírito Santo: 36.827 casos (1425 mortes)
Distrito Federal: 35.368 casos (475 mortes)
Alagoas: 30.248 casos (920 mortes)
Minas Gerais: 29.897 casos (720 mortes)
Amapá: 26.437 casos (380 mortes)
Rio Grande do Sul: 20.864 casos (477 mortes)
Rio Grande do Norte: 20.075 casos (750 mortes)
Sergipe: 19.883 casos (511 mortes)
Santa Catarina: 19.244 casos (263 mortes)
Goiás: 17.568 casos (329 mortes)
Rondônia: 16.498 casos (444 mortes)
Paraná: 15.853 casos (498 mortes)
Piauí: 15.269 casos (517 mortes)
Acre: 11.810 casos (321 mortes)
Mato Grosso: 10.659 casos (401 mortes)
Roraima: 103.40 casos (250 mortes)
Tocantins: 8.766 casos (179 mortes)
Mato Grosso do Sul: 5.784 casos (55 mortes)

Últimas