Saúde Butantan vai doar 1 milhão de doses de vacina contra gripe à Venezuela

Butantan vai doar 1 milhão de doses de vacina contra gripe à Venezuela

Instituto ligado à Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo também vai doar 1,7 milhões de frascos de soro contra picadas de serpente e aranha

Butantan vai doar 1 milhão de doses de vacina para a Venezuela

Mais de 1 milhão de doses de vacina contra a gripe serão doadas à Venezuela

Mais de 1 milhão de doses de vacina contra a gripe serão doadas à Venezuela

Rodrigo Nunes/Ministério da Saúde

O Instituto Butantan vai doar à Venezuela 1 milhão de doses de vacina contra a gripe e 1,7 mil frascos de soro contra picadas de serpente e aranhas. O objetivo, segundo o governo paulista, “é ajudar a população da Venezuela no momento em que o país enfrenta uma grave crise política e humanitária”.

Saiba mais: Febre amarela: 'Quem não se vacina está correndo risco', diz médico

O anúncio foi feito no último sábado (23) pelo governador de São Paulo, João Doria, durante uma cerimônia que marcou a ampliação e a modernização da fábrica de vacina contra a gripe do Butantan.

Segundo ele, as doações serão destinadas principalmente para os moradores da fronteira da Venezuela com o Brasil. “Em abril, faremos a doação de 1 milhão de doses de vacina contra a gripe igualmente para proteger a população na região da fronteira. Essas vacinas vão atender tanto a comunidade brasileira como a venezuelana”, disse.

Reforma e ampliação

Com a reforma e ampliação da fábrica, realizada no ano passado, o Butantan passou a ter capacidade instalada para a produção de 140 milhões de doses por ano. Com isto, o estado de São Paulo passa a ter a maior fábrica de vacina contra influenza do Hemisfério Sul, tornando o país autossuficiente em produção.

Leia também: OMS alerta para possível 3ª onda de surto de febre amarela no Brasil

Para a reforma, segundo o governo paulista, foram investidos cerca de R$ 83 milhões por meio da Fundação Butantan. A ampliação incluiu, além da reforma, aquisição e readequação de equipamentos.

Saiba mais: Ministério afirma ter distribuído 18 mil doses de soro contra picada de escorpião

O instituto informou que está adequando a fábrica para a pré-qualificação junto à Organização Mundial de Saúde (OMS) o que vai permitir que a vacina contra influenza produzida pela instituição seja fornecida para outros países.

Ainda não tomou a vacina contra a febre amarela? Tire suas dúvidas: