Casos de coronavírus sobem para 125 mil em 118 países, diz OMS

Diretor-geral da organização destacou que a pandemia é controlável, mas falta mais comprometimento de alguns países para conter a disseminação

OMS declarou pandemia do novo coronavírus

OMS declarou pandemia do novo coronavírus

CDC/Reuters

Subiu para 125 mil o número de casos confirmados do novo coronavírus (nomeado SARS-CoV2) e para 118 os países antingidos pela pandemia, de acordo com o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Em seu discurso, ele esclareceu que a decisão de declarar uma pandemia ocorreu por dois motivos: a velocidade e escala de transmissão e a falta de comprometimento necessário de alguns países para enfrentar a situação.

"Agora, quase 125 mil casos foram relatados à OMS, de 118 países e territórios. Nas últimas duas semanas, o número de casos relatados fora da China aumentou quase 13 vezes e o número de países afetados quase triplicou".

"Estamos profundamente preocupados que alguns países não estejam enfrentando essa ameaça com o nível de compromisso político necessário para controlá-la", acrescentou.

Ghebreyesus destacou ainda que "esta é uma pandemia controlável" e que os países devem encontrar um equilíbrio a fim de proteger a saúde, evitar transtornos sociais e ecônomicos e respeitar direitos humanos.

Ele aconselhou ainda que deve ser feita uma abordagem abrangente, adequada às necessidades de cada país e a contenção do vírus deve ser a base das ações.

"Ainda existem 77 países e territórios sem casos relatados e 55 países e territórios que relataram 10 casos ou menos", ressaltou. "Mais de 440 milhões de dólares americanos foram comprometidos com o Plano Estratégico de Preparação e Resposta da OMS", completou.