Chile passa de 200 mortos por covid-19 e estende quarentena

País, que seguia isolamento seletivo, deixou 6 comunas em confinamento obrigatório. Nas últimas 24, foram registrados novos 552 contágios 

6 comunas chilenas terão confinamento obrigatório

6 comunas chilenas terão confinamento obrigatório

Alex Diaz/Reuters - 27.4.2020

A Subsecretaria de Saúde do Chile registrou nove mortes por covid-19 no relatório divulgado nesta terça-feira (28), o que eleva o total de vítimas da doença no país para 207, ao mesmo tempo em que anunciou que os cordões sanitários para o próximo fim de semana e a entrada de seis novas comunas em quarentena obrigatória.

Durante as últimas 24 horas, foram diagnosticados 552 novos casos de coronavírus. Com isso, 14.365 pessoas em território chileno já foram infectadas desde o começo da pandemia.

"Estamos chegando a um patamar de casos novos e confirmados. Temos que ser muito cautelosos para ver como essa curva evolui, mas podemos ver nas últimas semanas que o número de novos casos ficou entre esses 400 a 500", declarou a subsecretária de Saúde, Paula Daza.

Desde que o primeiro registro do novo coronavírus no país vizinho, em 3 de março, 7.710 pacientes já se curaram da infecção, um número superior aos do chamados "casos ativos" da doença, que atualmente é de 6.448. Segundo a subsecretária, há 428 pessoas em terapia intensiva, 317 com ventilação mecânica, das quais 75 estão em estado considerado crítico.

De acordo com os últimos números do Ministério da Saúde, cerca de 166.165 testes foram realizados em todo o país desde o início da epidemia, dos quais 4.730 nas últimas 24 horas, tendo aumentado o número de laboratórios de um para 55 nesses últimos 56 dias.

Cordão sanitário para o fim de semana

Devido à celebração do Dia do Trabalho, na próxima sexta-feira (1), as autoridades anunciaram a instalação de um cordão sanitário em toda a Região Metropolitana, incluindo Santiago, e na região do Biobío. A medida será válida de quinta-feira, às 18h, até domingo, às 22h.

Além disso, como em toda terça-feira durante a crise sanitária, foi publicada a entrada em vigor do confinamento obrigatório em várias comunas e a suspensão em outras. O Chile vem apostando em uma quarentena seletiva em vez de impor isolamento social em todo o território nacional.

Assim, quatro comunas em Santiago terão restrições a partir da próxima quinta-feira, às 22h: La Pintana, Estación Central, a parte sul de San Ramón e a parte norte de Independencia, além de duas na região de La Araucanía, o raio urbano de Angol e em Victoria.

Nesses três locais houve um aumento no número de casos ou uma alta concentração por metro quadrado, de acordo com o parâmetro avaliado pelo Ministério da Saúde a cada 15 dias.

Por outro lado, a quarentena será suspensa no raio urbano de Temuco e Osorno, e o cordão sanitário de Chillán e Chillán Viejo.

As demais cidades que estão em quarentena há semanas permanecerão inalteradas: Punta Arenas, o raio urbano de Arica e os bairros de Santiago de Quinta Normal, El Bosque, Pedro Aguirre Cerda, a metade norte de Ñuñoa, o setor norte de San Bernardo e oeste de Puente Alto.