Saúde China informa sobre 27ª morte por gripe aviária H7N9

China informa sobre 27ª morte por gripe aviária H7N9

O número de mortos pelo vírus da gripe aviária H7N9 chegou a 27, informaram meios de comunicação estatais nesta quinta-feira, depois que um homem morreu na província chinesa de Hunan.

O homem de 55 anos identificado apenas como Jiao morreu na quarta-feira depois de receber tratamento médico, disse a agência de notícias oficial Xinhua citando autoridades locais.

Mais de 120 pessoas foram diagnosticadas com o vírus desde que ele foi reportado pela primeira vez, no fim de março, com a maioria dos casos registrados no leste da China.

O único caso diagnosticado fora do continente ocorreu em Taiwan. A vítima foi infectada na China e o incidente levou diversos países asiáticos a pedirem mais vigilância contra o vírus.

Especialistas temem que o vírus entre em mutação e passe a ser transmissível entre humanos, com o potencial de gerar uma pandemia.

A Organização Mundial de Saúde disse que até agora não há evidências de transmissão entre humanos, mas alertou que o H7N9 é um dos vírus de gripe mais letais já vistos, e apelou para que os viajantes evitem entrar em contato com aves vivas.

Pesquisadores chineses, em uma pesquisa divulgada na revista médica The Lancet na última semana, confirmaram que o vírus realmente se origina nas aves.

Autoridades sanitárias chinesas constataram a existência de "surtos familiares", onde membros de apenas uma família se infectaram, mas não estabeleceram nenhuma ocorrência de transmissão entre humanos.

A maioria dos casos reportados até agora não resultaram em morte, e alguns pacientes receberam alta dos hospitais depois de aparentemente se recuperarem.

A China confirmou 19 novos casos deste vírus na semana que antecedeu o dia 1º de maio, disse a Xinhua.

No entanto, o número de casos em Xangai teve uma desaceleração dramática, afirmou na última semana Nancy Cox, diretora da divisão de gripe do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, descrevendo esta queda como "muito animadora".

tjh/jms/ma