China registra 17,2 mil infectados pelo novo coronavírus

Desde o início da epidemia, já morreram 361 pessoas vítimas da doença, de acordo com a Comissão Nacional de Saúde do país

Maioria dos casos está concentrada na província de Hubei

Maioria dos casos está concentrada na província de Hubei

EFE/EPA/ALEX PLAVEVSKI

O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus chegou a 17,2 mil na China continental, segundo dados divulgados pela Comissão Nacional de Saúde no domingo (2).

De acordo com o boletim, já são 361 pessoas mortas em decorrência de complicações causadas pelo novo vírus.

Cerca de 65% dos casos estão concentrados na província de Hubei, cuja capital é Wuhan, cidade apontada como provável origem do novo coronavírus.

Há casos de infecções pelo novo coronavírus em todas as províncias chinesas e também nas regiões administrativas autônomas de Hong Kong e Macau.

Leia também: China conclui em 10 dias hospital para tratar vítimas de coronavírus

Acompanhamento em tempo real feito pelo Centro de Ciência e Engenharia de Sistemas da Universidade Johns Hopkins, nos EUA, mostra que o coronavírus foi registrado em 24 países.

O número de casos em outros países, no entanto, é baixo (183) quando comparado à China (cerca de 1% do total).

Na semana passada, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou emergência de saúde global. O diretor-geral da instituição, Tedros Adhanom Ghebreyesus, ressaltou que a decisão não era "um voto de não confiança na China". 

"Pelo contrário, a OMS continua a ter confiança na capacidade da China de controlar o surto. Essa declaração não é porque a China não está fazendo o que pode — está até fazendo mais do que deveria fazer. Isto é para proteger especialmente países com sistemas de saúde mais fracos e prepará-los para isso."