Saúde Cigarro eletrônico seria tão eficaz quanto adesivo de nicotina 

Cigarro eletrônico seria tão eficaz quanto adesivo de nicotina 

Em estudo, 57% das pessoas que usaram o e-cigarro conseguiram reduzir o consumo de tabaco

Cigarro eletrônico seria tão eficaz quanto adesivo de nicotina 

Cigarro eletrônico consegue fidelizar muito mais que os adesivos

Cigarro eletrônico consegue fidelizar muito mais que os adesivos

Getty Images

O cigarro eletrônico é ao menos tão eficaz quanto o adesivo de nicotina para ajudar a pessoa a parar de fumar, segundo um estudo neozelandês sobre este controvertido paliativo.

Publicado neste domingo (8), pelo jornal médico The Lancet, o estudo dirigido por Chris Bullen, da Universidade de Auckland, sugere que o cigarro eletrônico é comparável ao adesivo de nicotina para ajudar os fumantes a largar o vício por ao menos seis meses.

Na realidade, este estudo realizado com 657 fumantes que queriam deixar de fumar mostra a eficácia um pouco maior do cigarro eletrônico, apesar da diferença ser considerado "estatisticamente não significativa".

Cigarro ainda é responsável por muitas mortes no Brasil

O cigarro eletrônico resultou maior eficácia que os adesivos para reduzir o consumo de tabaco em quem não conseguiu deixar de todo o cigarro clássico.

Dos participantes no estudo, 57% que usaram o e-cigarro conseguiram reduzir pela metade ou menos seu consumo de tabaco, contra 41% dos que recorreram ao adesivo.

Por outra parte, o e-cigarro consegue fidelizar muito mais que os adesivos: um terço de quem testou o cigarro eletrônico continuaram utilizando-o depois disso, contra apenas 8% dos que usaram adesivo.