Saúde Com 2,4 mil mortes sábado, pais tem a pior semana da pandemia

Com 2,4 mil mortes sábado, pais tem a pior semana da pandemia

Foram mais de 15 mil mortes registradas em sete dias, com mais de 2.500 mortes diárias desde a terça-feira (16) 

  • Saúde | Do R7

País passa pelo pior momento da pandemia, com recordes consecutivos e marcas inéditas

País passa pelo pior momento da pandemia, com recordes consecutivos e marcas inéditas

Diego Vara/Reuters - 11.03.2021

O Brasil registrou mais 2.438 mortes por conta da covid-19 neste sábado (20), fechando a pior semana da pandemia até agora, pouco mais de um ano depois do primeiro caso ser registrado em São Paulo. A partir do dia 13, foram mais de 15 mil mortes registradas até este sábado, sendo desde terça-feira (16), todas as datas passam do patamar de 2.500 óbitos diários. Ao todo, são 292.752 mortos, com a infecção de 11.950.459.

O país tem batido sucessivos recordes de óbitos por conta da doença nas últimas duas semanas, especialmente nesta, que já teve os três piores dias da pandemia (veja abaixo). Em meio a possibilidade de colapso generalizado da rede hospitalar, governadores decretam lockdowns e toques de recolher, enquanto hospitais na rede privada e pública alertam para a falta de leitos e até de insumos básicos para a intubação e oxigenação de pacientes mais graves da doença.

No último mês, o número de mortes diárias duplicou, segundo a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), que também considera que o país já vive o maior colapso hospitalar de sua história.

Recordes de mortes na última semana

• 16 de março de 2021: 2.841

• 19 de março de 2021: 2.815

• 17 de março de 2021: 2.648

• 20 de março de 2021: 2.438

Últimas