Com transmissão comunitária de coronavírus, SC decreta emergência

Todo comércio e serviço não essencial deve fechar as portas no estado pelos próximos 7 dias; transporte urbano e intermunicipal está suspenso

Santa Catarina tem ao menos sete casos confirmados

Santa Catarina tem ao menos sete casos confirmados

Reuters

O governo de Santa Catarina decretou situação de emergência nesta terça-feira (17), após o estado confirmar transmissão comunitária de coronavírus — quando não é mais possível rastrear a origem da infecção de uma ou mais pessoas.

Pelos próximos sete dias, o transporte coletivo urbano municipal, intermunicipal e interestadual está suspenso. Comércio, academias e restaurantes deverão fechar as portas. As aulas já haviam sido suspensas.

Vão ficar abertos apenas serviços considerados essenciais, como supermercados, farmácias, unidades de saúde, postos de combustível e distribuidoras de gás e água.

Leia também: Capitais de SP e RJ têm transmissão comunitária do coronavírus

Santa Catarina é o estado com a maior proporção de idosos entre a população, cerca de 11%, e com a maior expectativa de vida do país: 79,7 anos. Pessoas acima de 60 anos fazem parte do grupo de risco da covid-19.

Até o último levantamento do Ministério da Saúde, na terça-feira, Santa Catarina tinha sete casos confirmados de covid-19, número que deve ser atualizado nesta quarta-feira (18).