Novo Coronavírus

Saúde Coronavírus: mundo precisará de 89 milhões de máscaras por mês

Coronavírus: mundo precisará de 89 milhões de máscaras por mês

Organização Mundial da Saúde estima que produção global de equipamentos de proteção usados em hospitais precise aumentar 40% para suprir demanda

  • Saúde | Do R7

OMS tenta evitar desabastecimento de suprimentos

OMS tenta evitar desabastecimento de suprimentos

EFE/EPA/MATTEO CORNER

O diretor-geral da OMS (Organização Mundial da Saúde), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou nesta terça-feira (3) que a entidade calcula que a cada mês da epidemia de coronavírus, o mundo necessitará de 89 milhões de máscaras, 76 milhões de luvas cirúrgicas e de 1,6 milhões de óculos de proteção.

"Convidamos os governos a desenvolver incentivos para os fabricantes aumentarem a produção. Isso inclui flexibilizar as restrições à exportação e distribuição de equipamentos de proteção individual e outros suprimentos médicos", afirmou o chefe da OMS durante entrevista em Genebra (Suíça). 

Ele também reafirmou que a entidade continua a chamar "urgentemente" os fabricantes para garantir o fornecimento de equipamentos utilizados pelas equipes em hospitais ao redor do mundo.

"Estima-se que o suprimento de equipamentos de proteção individual precise ser aumentado em 40%", acrescentou Ghebreyesus.

Leia também: Procon-SP fiscalizará preços de máscaras e álcool gel

A OMS registrava até esta terça-feira 90,8 mil casos de covid-19 (doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV2) em mais de 70 países.

No Brasil, são dois casos confirmados até o momento e cerca de 400 em investigação, de acordo com o Ministério da Saúde. Os brasileiros infectados, moradores de São Paulo, passam bem e estão em isolamento domiciliar.

Últimas