Novo Coronavírus

Saúde Coronavírus: os 7 erros mais comuns na hora de usar a máscara

Coronavírus: os 7 erros mais comuns na hora de usar a máscara

Infectologista Raquel Muarrek dá dicas relacionadas à manipulação, tempo de uso e higienização das máscaras durante a quarentena

  • Saúde | Nayara Fernandes, do R7

Uso indevido compromete eficácia das máscaras. Saiba quais são os erros mais comuns

Uso indevido compromete eficácia das máscaras. Saiba quais são os erros mais comuns

Pixabay

Colocar a máscara no rosto para andar pelas ruas virou rotina para o brasileiro que precisa garantir alguma proteção contra o coronavírus, ao sair de casa. No entanto, a manipulação do acessório, indispensável aos tempos de pandemia, ainda não é costumeira. E é por isso que muita gente, sem saber, está se colocando em risco ao cometer erros como levar as mãos ao tecido ou usar a mesma máscara por mais tempo do que o permitido. A infectologista Raquel Muarrek, da Rede D'or, dá sete dicas para cuidar da máscara. Veja quais são:

Tempo de uso 

- Máscaras cirúrgicas só devem ser usadas por até duas horas. Depois disso, devem ser descartadas.

- Máscaras de pano podem ser trocadas entre duas a quatro horas de uso.

- Máscaras N 95, de uso hospitalar, podem ser usadas por até 15 dias. Depois disso, devem ser descartadas. 

Manipulação 

- Evite tocar no tecido da face ao colocar e retirar o acessório. O ideal é tocar somente no elástico. 

- Atenção ao lado correto na hora de recolocar as máscaras de pano. O indicado é dobrá-las com o lado que toca o rosto virado para dentro.

Higienização 

- Máscaras de pano devem ser lavadas com água e sabão a cada uso. Para garantir a morte dos microorganismos, podem ser deixadas de molho em uma solução com água sanitária e passadas a ferro dos dois lados. 

Últimas