Coronavírus Itália festeja 'a construção mais rápida' de hospital para covid-19

Itália festeja 'a construção mais rápida' de hospital para covid-19

Unidade de campanha teria sido erguida em apenas 30 horas. "Wuhan? Nova York? Londres? Não, amigos: estamos em Nápoles", festejou um político local

Napolitanos divulgaram filme de construçao de hospital de campanha em 30 horas

Napolitanos divulgaram filme de construçao de hospital de campanha em 30 horas

Divulgação/Administração de Nápoles/YouTube

“Wuhan? Milão? Nova York? Londres? Não, amigos: estamos em Nápoles, no estacionamento do Ospedale del Mare (Hospital do Mar). Construção da unidade de terapia intensiva do covid-19. Tudo em 30 horas”.

Assim o jornalista e político Fracesco Borrelli anunciou, em sua conta no Twitter, a construção do hospital de campanha para terapia intensiva contra o coronavírus naquela cidade de cerca de um milhão de habitantes, a principal da região da Campânia, no sudoeste da Itália.

Borrelli e os napolitanos comemoram o fato de o intervalo da construção ter sido recorde, segundo eles de apenas um dia e seis horas, 30 horas no total. Seria tempo bem menor até mesmo do que os dez dias gastos pela China para erguer o hospital Wuhan Volcan, em Wuhan, a metrópole da região central daquele país que se tornou o primeiro epicentro de contaminação de seres humanos pelo vírus.

A nova ala do Ospedale del Mare foi erguida com módulos pré-fabricados em Ponticelli, distrito ao leste de Nápoles com 70 mil habitantes, entre eles boa parte de imigrantes ilegais. Borrelli compartilhou um vídeo acelerado da construção da ala, com o tempo marcado, em suas contas nas redes sociais.

“Coronavírus: Nápoles melhor do que Wuhan”, comemoraram em manchetes vários veículos de comunicação italianos, entre eles os jornais Corriere della Sera e Il Messaggero.

As autoridades ainda não divulgaram precisamente a capacidade total do novo hospital de campanha italiano. Os napolitanos merecem todos os elogios. Mas, já que estabeleceram a comparação, é bom lembrar que o gigante Volcan, de Wuhan, funcionou com nada menos do que mil leitos.

Últimas