Novo Coronavírus

Saúde Covid-19: Brasil tem 81.487 mortes e 2.159.654 casos da doença sistêmica

Covid-19: Brasil tem 81.487 mortes e 2.159.654 casos da doença sistêmica

Ministério da Saúde registrou 1.367 óbitos e 41.008 infectados nas últimas 24 horas. Governo estima que 1.465.970 pessoas já estão recuperadas 

  • Saúde | Ricardo Pedro Cruz, do R7

 Campinas (SP) começou projeto piloto para identificação de pacientes infectados

Campinas (SP) começou projeto piloto para identificação de pacientes infectados

LEANDRO FERREIRA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

O Brasil registrou 1.367 mortes e 41.008 casos de covid-19, doença sistêmica provocada pelo novo coronavirus, nas últimas 24 horas. Os dados foram atualizados nesta terça-feira (21) pelo Ministério da Saúde. A taxa de letalidade, que é o percentual de vítimas entre os doentes, está em 3,8%. 

Quase quatro meses após o primeiro caso, em São Paulo, o País acumula 81.487 óbitos e 2.159.654 infectados. Em números absolutos, de acordo com a Universidade Johns Hopkins, é o segundo mais afetado pela pandemia em todo o mundo. 

Do contingente total, o governo estima que 1.465.970 pessoas já estão recuperadas e outras 612.197 em acompanhamento —ocorrências notificadas nos últimos 14 dias e que não evoluíram para morte. 

São Paulo tem mais de 20 mil mortes

São Paulo confirmou 383 novos óbitos, entre ontem e hoje, e ultrapassou a marca de 20 mil vítimas por covid-19. Ao todo, 20.171 pessoas morreram no estado por conta da covid-19. 

Nas últimas 24 horas, a Secretaria Estadual de Saúde também notificou 6.235 casos. Com os dados apresentados nesta terça, o estado acumula 290.346 diagnósticos positivo.

Anvisa autoriza testes clínicos de duas novas vacinas

Agência já autorizou três testes clínicos de possíveis vacinas no Brasil

Agência já autorizou três testes clínicos de possíveis vacinas no Brasil

ANDRE MELO ANDRADE/MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou hoje a realização de testes clínicos de duas novas vacinas contra a covid-19 no Brasil. Os possíveis imunizantes, desenvolvidos pelas empresas BioNTech e Pfizer, apresentaram resultados "promissores" em estudos iniciais.

De acordo com o órgão federal, a pesquisa deve contar com a participação de 1.000 voluntários no Brasil. "O estudo prevê a inclusão de cerca de 29 mil voluntários, sendo 1.000 no Brasil, distribuídos nos estados de São Paulo e Bahia", diz a nota divulgada pela agência reguladora.

Este é o terceiro estudo clínico autorizado pela Anvisa no Brasil. O primeiro, publicado no dia 2 de junho, aprovou a realização de ensaio da vacina criada pela Universidade de Oxford, no Reino Unido —considerada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) a “mais avançada” até o momento.

O governo de São Paulo também deu início aos testes para a CovonaVac, vacina contra o coronavírus proveniente da China, em 12 centros médicos e acadêmicos espalhados pelo País. Após ser verificada no Instituto Butantan, a carga, com 20 mil doses será distribuída a 12 centros de pesquisa.

Veja a situação em cada estado do Brasil

São Paulo: 422.669 casos (20.171 mortes)
Ceará: 148.986 casos (7.284 mortes)
Rio de Janeiro: 145.121 casos (12.293 mortes)
Pará: 140.388 casos (5.553 mortes)
Bahia: 126.844 casos (2.936 mortes)
Maranhão: 108.154 casos (2.778 mortes)
Minas Gerais: 95.566 casos (2.071 mortes)
Amazonas: 92.164 casos (3.169 mortes)
Distrito Federal: 86.076 casos (1.158 mortes)
Pernambuco: 80.441 casos (6.089 mortes)
Espírito Santo: 72.601 casos (2.280 mortes)
Paraíba: 68.844 casos (1.558 mortes)
Paraná: 57.538 casos (1.415 mortes)
Santa Catarina: 56.475 casos (738 mortes)
Alagoas: 50.951 casos ( 1.428 mortes)
Rio Grande do Sul: 49.840 casos (1.349 mortes)
Sergipe: 47.110 casos (1.182 mortes)
Rio Grande do Norte: 44.267 casos (1.621 mortes)
Goiás: 43.794 casos (1.154 mortes)
Piauí: 40.276 casos (1.140 mortes)
Mato Grosso: 37.077 casos (1.400 mortes)
Amapá: 34.405 casos (533 mortes)
Rondônia: 30.642 casos (727 mortes)
Roraima: 25.985 casos (435 mortes)
Tocantins: 18.354 casos (308 mortes)
Acre: 17.700 casos (469 mortes)
Mato Grosso do Sul: 17.386 casos (248 mortes)

Últimas