Covid-19: Brasil tem 87.618 mortes e 2.442.375 casos da doença sistêmica 

Secretarias estaduais de saúde notificaram 614 óbitos e 23.284 infecções nas últimas 24 horas. Governo estima que 1.667.667 pessoas estão recuperadas

Pandemia de covid-19 segue avançando pelo Brasil

Pandemia de covid-19 segue avançando pelo Brasil

JOãO NOGUEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O Brasil acumula 87.618 mortes e 2.442.375 casos confirmados de covid-19, doença sistêmica provocada pelo novo coronavírus, desde o início da crise sanitária. Os dados foram atualizados nesta segunda-feira (27) pelo Ministério da Saúde. 

Nas últimas 24 horas, segundo a pasta, as secretarias estaduais de saúde notificaram 614 óbitos e 23.284 novos infectados pelo vírus.

A taxa de letalidade, que é a percentual de vítimas entre os indivíduos doentes, está em 3,6%. Há, no entanto, ainda 3.833 mortes em investigação epidemiológica que, portanto, ainda não foram contabilizadas nas estatísticas oficiais.

Do contingente total, o governo estima que 1.667.667 pessoas já estão recuperadas e 687.090 em acompanhamento —ocorrências registradas nos últimos 14 dias e que não evoluíram para morte. 

SP registra queda de mortes e internações por covid-19

O estado de São Paulo teve, entre 19 e 25 de julho, queda de 4% do número médio de mortes diárias e internações por covid-19 quando comparados à semana anterior.

Dados da Secretaria de Estado da Saúde mostram que a média diária de óbitos na semana passada foi de 267, ante 278 no período de 12 a 18 de julho. As internações por covid-19 caíram de uma média de 1.913 por dia para 1.842.

Segundo o último balanço do Ministério da Saúde, São Paulo acumula 21.676 mortes e 487.654 casos de covid-19. O estado é o mais afetado pela pandemia do novo coronavírus. 

Veja a situação em cada estado do Brasil

São Paulo: 487.654 casos (21.676 mortes)
Ceará: 162.429 casos (7.509 mortes)
Rio de Janeiro: 157.834 casos (12.876 mortes)
Bahia: 149.109 casos (3.227 mortes)
Pará: 148.823 casos (5.729 mortes)
Maranhão: 114.585 casos (2.943 mortes)
Minas Gerais: 113.718 casos (2.461 mortes)
Distrito Federal: 98.480 casos (1.339 mortes)
Amazonas: 98.480 casos (3.224 mortes)
Pernambuco: 89.132 casos (6.376 mortes)
Espírito Santo: 78.037 casos (2.436 mortes)
Paraíba: 76.693 casos (1.727 mortes)
Santa Catarina: 70.138 casos (924 mortes)
Paraná: 68.001 casos (1.703 mortes)
Rio Grande do Sul: 60.044 casos (1.611 mortes)
Goiás: 57.985 casos (1.400 mortes)
Alagoas: 56.204 casos (1.514 mortes)
Sergipe: 53.612 casos (1.340 mortes)
Rio Grande do Norte: 47.291 casos (1.697 mortes)
Piauí: 46.584 casos (1.259 mortes)
Mato Grosso: 44.838 casos (1.625 mortes)
Rondônia: 36.148 casos (830 mortes)
Amapá: 35.364 casos (556 mortes)
Roraima: 29.902 casos (474 mortes)
Tocantins: 22.106 casos (350 mortes)
Mato Grosso do Sul: 21.802 casos (319 mortes)
Acre: 18.783 casos (493 mortes)