Novo Coronavírus

Saúde Covid-19 pode desencadear diabetes em pacientes, diz estudo 

Covid-19 pode desencadear diabetes em pacientes, diz estudo 

Pesquisa aponta que novo coronavírus causa alterações nos níveis de insulina mesmo em pacientes sem histórico da doença

  • Saúde | Guilherme Carrara, do R7*

Diabetes é fruto do excesso de glicose no sangue

Diabetes é fruto do excesso de glicose no sangue

Divulgação/Pixabay

Uma pesquisa publicada no Jornal de Medicina da Nova Inglaterra aponta que a diabetes pode ser mais uma complicação em casos da covid-19.

“É plausível que a covid-19 cause alterações genéticas no metabolismo da glicose (ou açúcares) no corpo, o que pode piorar e até causar quadros de diabetes, pré-existente ou não”, diz o estudo.

O novo coronavírus invade as células pela enzima conversora da angiotensina 2, chamada de ACE2. Essa enzima está presente em órgãos que têm função reguladora no organismo, como pâncreas, intestino e rins.

Com a função desses órgãos prejudicada pelo novo coronavírus, a insulina, hormônio produzido pelo pâncreas e que tem como função transformar a glicose em energia, passa a ser produzida em baixa quantidade. Essa condição pode causar a diabetes.

Segundo o estudo, essa queda na produção de insulina também acontece com outras síndromes respiratórias, mas em um nível menor do que médicos tem registrados durante a pandemia.

O diabetes ocorre quando os níveis de insulina são incapazes de metabolizar açucares no sangue. Esse déficit pode acontecer de diversas formas e varia de acordo com os tipos da doença.

De acordo com o estudo, a relação entre as duas doenças foi identificada em Nova York, epicentro da covid-19 nos EUA, após um número alto de casos de diabetes serem diagnosticados durante a pandemia.

“Pacientes que não tinham nenhum histórico com a diabetes começaram a apresentar casos severos de hipoglicemia”, diz Jeffrey Mechanick, professor de medicina na Mount Sinai, em Nova York.

Pesquisadores do CoviDIAB, que estuda especificamente a relação entre as duas doenças, criaram uma base de registros para que médicos do mundo todo informem casos de pacientes que desenvolvem diabetes após infecção pelo novo coronavírus. De acordo com Francesco Rubino, um dos médicos idealizadores do projeto, logo no primeiro dia 50 especialistas pediram para registrar casos na plataforma.

"Dada a história muito curta do contato humano com a covid-19, esse registro nos ajudará rapidamente a entender como o diabetes relacionado ao novo coronavírus se desenvolve, seu histórico e seu melhor gerenciamento", diz o site do registro.

Além da diabetes, outras doenças aparecem em relatos médico durante o acompanhamento de pacientes com covid-19.

“Aos poucos estamos descobrindo as manifestações clínicas e patológica dessa doença por conta dos estudos. Conforme acompanhamos os casos, é possível analisar melhor a doença e fazer pesquisas sobre o que realmente o coronavírus causa no corpo”, explica a Sylvia Lemos Hinrichsen, médica infectologista e consultora de biossegurança e controle de riscos da SBI (Sociedade Brasileira de Infectologista).

Veja também: 

Cercas e testes: As medidas severas de Pequim contra surto de covid-19

Últimas