Coronavírus

Saúde Covid-19: Rússia inicia produção da EpiVacCorona, 2ª vacina do país

Covid-19: Rússia inicia produção da EpiVacCorona, 2ª vacina do país

A primeira foi a Sputinik V, registrada em 11 de agosto; Rússia ainda está desenvolvendo uma terceira vacina contra a doença pelo Instituto Chumakov 

  • Saúde | Do R7

A segunda etapa de testes da EpiVacCorona foi concluída no início de setembro

A segunda etapa de testes da EpiVacCorona foi concluída no início de setembro

Anton Vaganov/Reuters

A Rússia iniciou a produção da segunda vacina russa contra a covid-19, a EpiVacCorona, criada pelo centro de pesquisas Vector, segundo a chefe de Saúde da Rússia, Anna Popova.

"A produção começou em Vector", disse ela, durante o fórum "Sociedade Saudável", realizado em Moscou.

Leia também: Vacina de Oxford gera resposta imune forte em idosos, indica jornal

É a segunda vacina russa que entra em fase de produção depois da Sputnik V, do Centro de Microbiologia e Epidemiologia Gamaleya.

A terceira vacina russa, que está sendo desenvolvida pelo Instituto Chumakov e que entrou em sua segunda fase de testes no último dia 19, também deve entrar em produção assim que for registrada.

Com o início da produção da vacina do Vector, abrem-se as portas para o início da terceira fase de testes deste medicamento.

A segunda etapa de testes foi concluída no início de setembro, o que permitiu sua inscrição no último dia 14.

O governo russo anunciou este mês que 40 mil voluntários participarão dos testes clínicos desta vacina, incluindo 150 com mais de 60 anos.

Além disso, Popova anunciou que o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento do Instituto de Vacinas e Soros de São Petersburgo está desenvolvendo uma quarta vacina.

Com 1.547.774 casos acumulados, a Rússia é hoje o quarto país do mundo em número de positivos para coronavírus atrás dos Estados Unidos, Índia e Brasil.

Nas últimas 24 horas, o país bateu seu recorde de mortes por covid-19, com 320 novas vítimas.

Últimas