Novo Coronavírus

Saúde Covid: Fiocruz desenvolve teste que detecta variantes em tempo real

Covid: Fiocruz desenvolve teste que detecta variantes em tempo real

Novo modelo de teste segue o protocolo RT-PCR, considerado "padrão ouro" de testagem

  • Saúde | Do R7

Teste é capaz de detectar variantes que tenham a mesma deleção das mutações já existentes

Teste é capaz de detectar variantes que tenham a mesma deleção das mutações já existentes

Leonhard Foeger/Reuters - 15.10.2020

A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) e Instituto Leônidas  & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) desenvolveram um modelo de teste, que segue o protocolo RT-PCR - considerado o método de testagem “padrão ouro” -, que detecta as variantes do novo coronavírus em tempo real.

O ensaio foi validado frente a 87 amostras já sequenciadas do Sars-CoV-2, segundo informou por meio de nota o pesquisador e vice-diretor de Pesquisa e Inovação da Fiocruz Amazônia, Felipe Naveca. Além disso, o teste foi desenvolvido para detectar linhagens ou variantes que surjam ou tenham a mesma deleção das mutações detectadas até o momento.

“A Fiocruz já tem uma decisão de incluir esse ensaio no diagnóstico, então, além do diagnóstico dizendo se é Sars-CoV-2 ou não, também, será incluída a diferenciação para avaliar se é uma das três variantes de importância”, explica Naveca. Com a nova ferramenta, será possível fazer centenas de amostras diariamente, porque o protocolo de PCR é realizado, sendo possível realizar centenas de amostras por dia.

Ainda segundo a nota, o Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM) será o primeiro a usar o teste, depois Rondônia, Roraima, Mato Grosso do Sul, Ceará, Rio de Janeiro. Tratativas já estão sendo realizadas para que a ferramenta seja disponibilizada para outros laboratórios.

De acordo com levantamento realizado pela Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, a partir das notificações recebidas pelas secretarias estaduais de saúde, foram registrados 204 casos de variantes do vírus SARS-CoV-2 no Brasil. Os dados são até 20 de fevereiro de 2021.

Últimas