Coronavírus

Saúde Covid: Moderna começa a testar vacina em bebês e crianças

Covid: Moderna começa a testar vacina em bebês e crianças

A farmacêutica pretende analisar qual a dose necessária para garantir a proteção em crianças a partir dos 6 meses de idade

  • Saúde | Do R7

A vacina da Moderna  tem 94,1% de eficácia contra a infecção causada pelo novo coronavírus

A vacina da Moderna tem 94,1% de eficácia contra a infecção causada pelo novo coronavírus

Eduardo Munoz/Reuters - 21.12.2020

A Moderna, empresa de biotecnologia sediada nos Estados Unidos, começou a testar sua vacina contra a covid-19 em crianças menores de 12 anos, incluindo bebês a partir dos seis meses de idade. A informação foi divulgada nesta terça-feira (16) pelo jornal norte-americano The New York Times.

De acordo com  Colleen Hussey, porta-voz da empresa, com cerca de 6.750 crianças saudáveis devem receber duas doses da vacina, com 28 dias de intervalo entre elas, nos Estados Unidos e Canadá,

O estudo terá duas partes, no primeiro as crianças que tiverem entre 2 e 12 anos podem receber duas doses de 50 ou 100 microgramas cada, já os com menos de 2 anos podem receber duas injeções de 25, 50 ou 100 microgramas. A dose aplicada em adultos é de 100 microgramas.

Após a aplicação, as crianças serão monitoradas quanto às reações antes que outro grupo receba as doses. Os pesquisadores também vão analisar qual dose é a mais segura para cada faixa etária. As crianças na segunda parte do estudo receberão as doses selecionadas pela análise.

Outro estudo realizado pela farmacêutica vai testar o imunizante em 3.000 crianças com idades entre 12 e 17 anos, a perspectiva é de que os resultados estejam disponíveis até o segundo semestre deste ano. 

No Brasil, o Ministério da Saúde está negociando a compra da vacina desenvolvida pela Moderna, mas a farmacêutica ainda não apresentou à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) nenhum pedido de liberação para uso emergencial ou de registro definitivo, documentos necessários para que o imunizante seja aplicado no país.

Últimas