Saúde Desesperado, homem tenta cortar seio feminino que “brotou” em seu corpo

Desesperado, homem tenta cortar seio feminino que “brotou” em seu corpo

Vendedor sofreu de ginecomastia, que alarga o tecido mamário e pode ser tratado com remédios

Desesperado, homem tenta cortar seio feminino que “brotou” em seu corpo

Hashemzadeh sofreu com ginecomastia, o alargamento do tecido mamário em homens

Hashemzadeh sofreu com ginecomastia, o alargamento do tecido mamário em homens

Reprodução/DailyNews

O britiânico Farshad Hashemzadeh, 28 anos de idade, viveu anos de sufoco e vergonha após um seio de mulher “brotar” do lado esquerdo de seu peito. As informações são do site Daily News.

De acordo com a publicação, seu peito começou a crescer aos 18 anos de idade.

— Não conseguia entender o que estava acontecendo comigo. Ele [o seio] só foi crescendo e crescendo, e eu me tornei muito retraído. Não queria que ninguém me visse. Foi literalmente como ter peitos de uma mulher.

Hashemzadeh sofreu com ginecomastia, o alargamento do tecido mamário em homens, muitas vezes resulta de um desequilíbrio de estrogênio e testosterona. Isso pode ocorrer em um ou ambos os lados.

Mulher quase morre após seio ficar 10 vezes maior

— Nunca poderia tirar minha camiseta, não podia nadar. Não podia nem ir para a academia, e até mesmo em um clima muito quente, tinha que me enrolar em blusas para tentar escondê-lo.

Erros em cirurgias plásticas deformam corpos e causam transtornos

Após muita angústia, o vendedor conta que não conseguiu fazer de forma gratuita a cirurgia.

— Fiquei muito frustrado. Eles removem tatuagens e realizam cirurgia para perda de peso, mas não queriam fazer a minha operação.

Depressão

Segundo médico, metade da população sofre com ginecomastia

Segundo médico, metade da população sofre com ginecomastia

Reprodução/DailyNews

Por causa da mudança em seu corpo, ele conta que ficou tão severamente deprimido que tentou cortar seu próprio peito. Hashemzadeh foi encaminhado a um psiquiatra, mas mesmo assim não conseguiu que o governo pagasse a sua operação.

Apresentadora de TV fica com rosto deformado após cirurgia

Sua família se reuniu e conseguiu o dinheiro para a operação, que foi realizada com sucesso e deixou apenas uma pequena cicatriz.

— Já não sinto a depressão profunda que eu tinha quando tentei cortar meu peito. Quando minha cicatriz sumir, vou me sentir um homem novo.

Segundo o cirurgião de Hashemzadeh, Azhar Aslam, cerca de metade da população masculina sobre com ginecomastia.