Saúde Doria pede que Pfizer negocie vacinas com governos estaduais

Doria pede que Pfizer negocie vacinas com governos estaduais

Governador de São Paulo quer que empresa reveja posição de negociar apenas com o governo federal

  • Saúde | Mariana Rosetti, da Record TV

O governador de São Paulo, João Doria

O governador de São Paulo, João Doria

Governo do Estado de São Paulo - 24.11.2021

Governador de São Paulo, João Doria (PSDB) pediu à fabricante Pfizer que reconsidere a posição de negociar vacinas apenas com o governo federal. A declaração foi feita neste sábado (18) durante a inauguração da sonorização da Ciclovia Rio Pinheiros.

O governador disse ter contatado diretamente a diretora da Pfizer no Brasil, Marta Díez. Ele pediu que ela dialogasse na sede internacional da empresa sobre a liberação de compra da vacina pelos estados.

A resposta chegará até o final de segunda-feira (20). Caso a resposta ao pedido seja negativa, Doria reforçou que vai judicializar a questão no Supremo Tribunal Federal (STF).

A solicitação de negociação direta com a Pfizer veio após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberar a vacina desta fabricante para crianças com idade entre 5 e 11 anos.

Mesmo com a liberação, o Ministério da Saúde ainda não divulgou data para o início da campanha de vacinação para essa faixa etária.

A justificativa do pedido, de acordo com o governador, é que o STF já definiu anteriormente que a decisão sobre o combate à pandemia cabe aos governos estaduais.

Últimas