Espanha tem alta de mortes por covid-19 nas últimas 24 horas

Apesar do aumento, o número de falecimentos no país fica abaixo de cem pelo oitavo dia consecutivo

Número de novos casos caiua nas últimas 24 horas

Número de novos casos caiua nas últimas 24 horas

Juan Medina/Reuters - 14.5.2020

O Ministério da Saúde da Espanha divulgou neste domingo (24) que foram registradas 70 mortes em decorrência da covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, o que representa alta na comparação com a véspera, em que o acréscimo foi de 48.

Apesar do aumento, pelo oitavo dia consecutivo o número de falecimentos no país fica abaixo de 100. No total, 28.740 pessoas perderam a vida desde o início da pandemia.

Ainda de acordo com as autoridades locais, o número de novos casos de infecção foi de 246 - 115 a menos que ontem (23) -, elevando a quantidade na Espanha para 235.772.

De ontem para hoje, a maior quantidade de mortes registradas foi na Catalunha, com 31 óbitod, seguida por Madri, com 21.

Próxima etapa

Hoje, o ministro da Saúde, Salvador Illa, garantiu a fixação do prazo de 14 dias para que todo o território do país entre em uma próxima fase de relaxamento de medidas, mas que esse período pode ser encurtado, diante dos índices de contágio.

Nesta segunda-feira (25), as cidades de Madri e Barcelona são duas que entrarão na primeira etapa, com a reabertura dos pequenos estabelecimentos comerciais, permissão para reuniões familiares e de amigos, com até dez pessoas, além de autorização de presença de pessoas em varandas de restaurantes e bares.

Além disso, hotéis poderão funcionar, sem que as áreas de convivência sejam abertas.

No restante do país, 22 milhões de pessoas vão para a fase dois, o que significa poder servir comida dentro de restaurantes e bares, que terão limitação de capacidade, volta ao funcionamento de shoppings, também com público reduzido, e ampliação do número de pessoas em locais de celebração religiosa.