Espanha tem mais de 3,5 mil casos e 394 mortes por covid-19 em um dia

No total, são mais de 28,5 mil casos confirmados da doença e 1.720 mortos; Madrid concentra a maioria das mortes e tem cerca de 10 mil infectados

Pessoas com máscara no aeroporto de Barcelona, região da Catalunha, na Espanha

Pessoas com máscara no aeroporto de Barcelona, região da Catalunha, na Espanha

Enric Fontcuberta / EFE - 14.3.2020

O Ministério da Saúde da Espanha confirmou, neste domingo (22), 28.572 casos do novo coronavírus no país - 3.646 são novos, o que representa um avanço de 14,6%. O número de pessoas mortas aumentou para 1.720 - 394 a mais que sábado, um aumento de 29,7%.

Segundo os dados oficiais, quase 2 mil pacientes estão em unidades de terapia intensiva e mais de 2,5 mil se recuperaram da covid-19, doença causada pelo novo vírus.

Madrid continua sendo a região mais afetada, com 1.021 mortes - mais de 200 registradas no sábado. A capital concentra 59% do total de mortes da Espanha. Além disso, a cidade tem cerca de 10 mil casos confirmados da doença e 834 pacientes em unidades de terapia intensiva.

Para descongestionar os hospitais da região, que estão à beira do colapso diante da pandemia, foi aberto um hospital de campanha no recinto de feiras  da capital (Ifema), com capacidade para 5.000 leitos.

Além disso, o plano é adaptar nove hotéis da região com equipamentos de hospitais para atender os casos menos graves. Um deles vai servir para acolher os profissionais de saúde, a fim de facilitar o descanso e evitar o contágio de suas famílias.

Diante da crescente propagação da pandemia, o governo espanhol vai prorrogar por 15 dias o estado de alarme decretado em 14 de março.