Novo Coronavírus

Saúde Espanha tem menor taxa de novos casos de covid-19 desde 20 de março

Espanha tem menor taxa de novos casos de covid-19 desde 20 de março

Tendências são consideradas boas, mas índice diário de de mortes subiu novamente e segue muito alto na avaliação do Ministério da Saúde espanhol

  • Saúde | Da EFE

Pessoas usam máscara em metrô de Madri: Espanha tem mais de 172 mil casos de covid-19

Pessoas usam máscara em metrô de Madri: Espanha tem mais de 172 mil casos de covid-19

Susana Vera/Reuters - 13.4.2020

A taxa de novas infecções pelo novo coronavírus na Espanha continuou sua tendência de queda dos últimos dias e subiu 1,7% nas últimas 24 horas, o menor número registrado até o momento desde o início da pandemia. Os novos casos diários foram de 3.045, elevando o número total de 172.541 infecções.

Por outro laod, o país registrou um ligeiro aumento nas mortes pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, com 567 óbitos, 50 a mais que os registrados na segunda-feira, totalizando agora 18.056, conforme anunciou nesta terça-feira (14)  o Ministério da Saúde local.

- Acompanhe as notícias sobre a pandemia de covid-19 no R7 -

Por outro lado, 2.777 pessoas já se recuperaram da covid-19 e agora totalizam 67.504, 39,12% do total de infectados, de modo que o número de infectados em 24 horas é próximo ao dos curados.

Embora o número de mortes por dia tenha mantido sua tendência de "oscilação descendente", agora aumentou 3,24%, o que ainda é muito alto, de acordo com o Ministério da Saúde.

Oscilação nos dados por conta do feriado

Esses números mostram que as tendências são "em princípio boas", afirmou em entrevista coletiva o porta-voz do Ministério para a pandemia, Fernando Simón, que hoje voltou ao seu cargo depois de se recuperar da doença.

Simón também destacou uma diminuição no aumento de pacientes internados em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva), apesar de reconhecer o acúmulo de pacientes nesses serviços, com estadias que podem exceder duas semanas.

SAIBA MAIS: Espanha retoma parcialmente atividades, mas há reclamações

No entanto, o epidemiologista pediu novamente que avaliem os dados "com um pouco de cuidado", pois além do fato de que toda terça-feira há um aumento nas mortes devido ao reajuste dos dados do final de semana, esta ocasião é "um tanto peculiar" por conta do feriado da Semana Santa.

O porta-voz também alertou que os dados conhecidos são de notificações, tardias em relação à transmissão real da doença. "Não sabemos se o nível de transmissão está tão alinhado com a queda nos casos, ou pode até estar acima dele", concluiu.

A região de Madri continua sendo a mais afetada pela pandemia, com 48.048 casos registrados e 6.568 mortes, seguida pela Catalunha, que possui 35.197 casos e 3.666 óbitos.

Últimas