EUA passam pela 1ª vez marca de 70 mil novos contágios por coronavírus

Novo recorde na pandemia ocorre principalmente por conta dos novos focos de covid-19 em estados do sul e do oeste, como Flórida, Texas e Califórnia

Barraca montada para realização de testes de covid-19 em Miami, Flórida

Barraca montada para realização de testes de covid-19 em Miami, Flórida

Cristobal Herrera-Ulashkevich / EFE-EPA - 15.7.2020

Os Estados Unidos registraram nesta quarta-feira (15) um novo recorde diário de infecções pelo novo coronavírus e ultrapassou a marca de 70 mil contágios pela primeira vez, com 74.513, além de terem chegaram a um total de 3.490.735 casos desde o começo da pandemia, segundo a contagem independente feita pela Universidade Johns Hopkins.

O balanço divulgado às 20h (local, 21h em Brasília) apresenta ainda 803 novas mortes por covid-19, o que elevou o número de vítimas do vírus SARS-CoV-2 nos EUA a 137.235.

O número de casos diários passou de 70 mil de maneira inédita principalmente pelos novos focos em estados do sul e do oeste, como Flórida, Texas e Califórnia.

Entretanto, Nova York continua sendo o estado americano mais impactado, com 404.006 notificações de infecção pelo vírus SARS-CoV-2 e 32.427 mortes. Só na cidade homônima morreram 23.353 pessoas.

O vizinho Nova Jersey é o segundo estado com mais mortes (15.634), seguido por Massachusetts (8.368) e Illinois (7.427). Em relação ao número de contágios, porém, a segunda posição é da Califórnia, com 351.560.