EUA vão manter em quarentena 195 americanos retirados de Wuhan

Grupo permanecerá em observação em base aérea na Califórnia pelas próximas duas semanas, período em que coronavírus pode se manifestar

Avião com americanos chegou nos EUA na quarta-feira

Avião com americanos chegou nos EUA na quarta-feira

Mike Blake/Reuters

O grupo de 195 cidadãos norte-americanos retirados de Wuhan vai permanecer em quarentena por 14 dias (período de encubação do vírus que provoca uma epidemia na China) em uma base aérea na Califórnia, por determinação federal.

O jornal The New York Times afirma que desde que o avião com os americanos pousou, na quarta-feira (29), todos estão cedendo amostras de secreção do nariz e garganta para que sejam testadas. Também há um controle da temperatura corporal, que é feito várias vezes ao dia.

Inicialmente, chegou a ser cogitada a possibilidade de uma quarentena menor, de apenas 72 horas.

Nenhum deles apresentou até agora sintomas do coronavírus que já infectou cerca de 10 mil pessoas — a maioria na China. Foram registradas até agora 213 mortes, todas em território chinês.

No grupo, há funcionários do governo americano no país e outros cidadãos.