R7 Verão

Saúde Exposição intensa ao sol pode causar tipo específico de acne

Exposição intensa ao sol pode causar tipo específico de acne

Acne solar é resultado de mecanismo que deixa a pele mais grossa para protegê-la dos raios de sol; uso de protetor inadequado é fator de risco

  • Saúde | Brenda Marques, do R7

Acne solar é causada por excesso de sol e protetor inadequado

Acne solar é causada por excesso de sol e protetor inadequado

Reprodução

Muitas pessoas aproveitam o verão para tomar banhos de sol e pegar um bronzeado. Mas é preciso ter cuidado pois, além de problemas mais graves como o câncer de pele, a exposição intensa aos raios aliada à proteção inadequada pode causar acnes solares.

A acne solar aparece sempre depois da exposição intensa ao sol — principalmente quando a pessoa usa protetores solares feitos à base de óleo. É resultado do “mecanismo de rebote da pele”, que faz com que ela fique mais grossa, de acordo com o dermatologista Fábio Gontijo da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia).

Leia também: É hora de parar de colocar a culpa da acne em sua dieta?

“A pele é um órgão de proteção contra o sol. Quando a pessoa se expõe de forma intensa, o organismo entende que a pele está sendo agredida e, então, ela se torna mais espessa”, explica.

“Isso aumenta a dificuldade de secretar o sebo, uma substância que hidrata e protege a pele, mas quando produzida em excesso se acumula e forma a acne”, completa.

Segundo o especialista, a combinação de protetor inadequado com a exposição exagerada ao sol é ideal para o surgimento da acne solar. Ela é diferente da convencional pois independe da ação de hormônios e não possui cravos.

Leia também: Você sabe qual o jeito certo de usar protetor solar? Tire suas dúvidas

“Aparece mais no tronco e nos braços, já a acne comum é mais frequente na face. Se o paciente diz ‘usei protetor solar e me enchi de espinhas nas costas’, já sei que é a acne solar. Tem gente que usa o protetor um dia e já aparece com isso”, afirma.

De acordo com ele, as lesões podem ser dolorosas e causar coceiras. "Mas no geral, o paciente não tem sintomas. Se tiver mal-estar, dor de cabeça e vômito deve procurar o pronto-socorro, pois pode estar com insolação", ressalta.

Evitar exposição intensa ao sol, usar protetor sem óleo e com toque seco são maneiras de prevenir o surgimento da acne solar.

“O filtro solar deve ser prescrito pelo médico”, destaca. “É muito importante usar protetor, pois a quantidade de queimaduras está totalmente ligada ao câncer de pele. Mas ele deve ser usado com consciência e de acordo com a recomendação. Não dá para passar qualquer um”.

Leia também: Aplicativo usa foto de celular para detectar risco de câncer de pele

O tratamento da acne solar é feito com os mesmos medicamentos para a acne comum. “Como por exemplo antibióticos e substâncias que dissolvem a queratina, pois assim a espessura da pele diminui”, esclarece o dermatologista.

“É importante usar sabonetes e hidratantes adequados para não piorar a acne.”

Chocolate x acne: especialista dá dicas de como fazer a escolha certa para garantir uma pele bonita:

Últimas