Coronavírus

Saúde Fiocruz conclui primeiro lote de insumo nacional da AstraZeneca

Fiocruz conclui primeiro lote de insumo nacional da AstraZeneca

IFA será analisado por farmacêutica sueca para ser liberado. Fundação espera entregar vacinas no último trimestre de 20201

  • Saúde | Da Agência Brasil

Primeiro lote de IFA produzido no Brasil seguirá para análise da farmacêutica Astrazeneca

Primeiro lote de IFA produzido no Brasil seguirá para análise da farmacêutica Astrazeneca

Divulgação Fiocruz

A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) concluiu a produção dos primeiros lotes de pré-validação do IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) nacional da vacina contra a Covid-19. O insumo passará agora por testes de controle de qualidade no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos), para depois ser encaminhado para o processamento final do imunizante. O primeiro lote, finalizado no início de setembro, também está em análise.

Outros dois lotes para a fabricação do IFA nacional para validação do insumo produzido no Brasil estão em produção: um na fase de biorreação - quando as células são infectadas pelo vírus para que o mesmo se multiplique -, e o outro na etapa de expansão celular, quando as células são multiplicadas em meios de cultivo.

Em paralelo, os lotes passam por testes junto à AstraZeneca, que deve confirmar se os resultados obtidos por Bio-Manguinhos estão de acordo com aqueles preconizados pelo cedente da tecnologia. Em seguida, as documentações para alteração do local de fabricação do IFA no registro do imunizantes serão submetidos à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A análise da agência é requisito obrigatório para a entrega das doses feitas no Brasil ao PNI (Programa Nacional de Imunizações).

A previsão da Fiocruz é de que as entregas do imunizante com o IFA nacional comecem a ser realizadas ainda no último trimestre de 2021.

Últimas