Novo Coronavírus

Saúde Foco mundial, Nova York supera Espanha em casos de coronavírus

Foco mundial, Nova York supera Espanha em casos de coronavírus

Estado norte-americano tem mais casos registrados de covid-19 do que qualquer outro país do mundo atingido pela pandemia global

  • Saúde | Do R7

Paciente com covid-19 é transportado para um hospital de Nova York

Paciente com covid-19 é transportado para um hospital de Nova York

Justin Lane / EFE - EPA - 9.4.2020

O estado de Nova York confirmou até esta quinta-feira (9) quase 160 mil casos do novo coronavírus, ultrapassando a Espanha, que, depois dos Estados Unidos, é o país com mais casos positivos em todo o mundo, e se estabelecendo como o grande foco global da pandemia.

Leia também: Com 799 vítimas, Nova York tem dia com mais mortes por covid-19

De acordo com os últimos dados oficiais, Nova York tem 159.937 registros de pessoas infectadas, contra 152.446 na Espanha e 143.626 na Itália. O estado já tinha momentaneamente ultrapassado a Espanha na véspera, mas com a divulgação de dados atualizados hoje em Madri, o país europeu tinha voltado à dianteira.

Os últimos números de Nova York, com um aumento de mais de 10 mil positivos nas últimas 24 horas, em comparação com os 5.756 da Espanha, mais uma vez o colocam à frente e, a priori, tornam difícil que a mesma situação seja revertida. Assim, o estado americano, que acumula mais de um terço do total de casos nos EUA, se consolida como o grande epicentro global do vírus SARS-CoV-2.

Diferenças nos números

Com uma população de 19 milhões de habitantes, Nova York tem cerca de 815 casos por 100 mil habitantes, bem acima dos 326 existentes na Espanha, onde vivem cerca de 47 milhões de pessoas.

Em termos de mortes, por outro lado, o estado ainda não tem sequer a metade dos números da Espanha. Foram 7.067 vítimas do coronavírus, contra 15.238 no país europeu. No entanto, o surto nos EUA começou depois.

De ontem para hoje, Nova York computou 799 mortes devido à doença, mais do que na Espanha, onde 683 morreram, ou na Itália, com 610.

Nos Estados Unidos como um todo, onde vivem cerca de 330 milhões de pessoas, foram confirmados até agora mais de 452 mil casos, muito acima dos números de qualquer outro país, e mais de 16 mil mortes, mais do que na Espanha, mas até agora menos do que na Itália, a nação mais atingida.

Últimas