Coronavírus

Saúde Grupo consultivo dos EUA rejeita reforço vacinal em massa

Grupo consultivo dos EUA rejeita reforço vacinal em massa

Agência debate ainda nesta sexta-feira se indivíduos mais velhos devem tomar uma dose adicional de imunizante anticovid

EUA enfrentam resistência de cerca de 1/4 da população elegível para se vacinar

EUA enfrentam resistência de cerca de 1/4 da população elegível para se vacinar

Lucy Nicholson/Reuters

Um grupo de consultores externos da FDA (Agência de Medicamentos e Alimentos) dos Estados Unidos votou nesta sexta-feira (16) contra a aplicação de uma dose de reforço de vacina anticovid para todos os americanos acima de 16 anos.

A reunião continua para definir se haverá grupos específicos, como idosos, por exemplo, que devem receber o reforço.

A discussão da FDA ocorre no momento em que os Estados Unidos vivem uma terceira onda de covid-19, com cerca de 2.000 mortes por dia.

A situação nas últimas seis semanas, com a disseminação da variante Delta do coronavírus, muito mais contagiante.

O grande desafio do país, todavia, não está no fato de as vacinas não serem eficientes, mas em uma grande parcela da população — cerca de 25% dos indivíduos acima de 12 anos — recusar a vacinação.

Últimas