Novo Coronavírus

Saúde Hipertensos podem apresentar receita de só um remédio em SP

Hipertensos podem apresentar receita de só um remédio em SP

Quem não souber tipo de hipertensão ainda pode ser vacinado contra a covid-19 desde que mostre exame ou relatório médico

Hipertensos fazem parte do grupo de risco para desenvolver a covid-19 de forma grave

Hipertensos fazem parte do grupo de risco para desenvolver a covid-19 de forma grave

Carlos Ortega/EFE - 04.06.2021

Para facilitar a vacinação de hipertensos na campanha de imunização contra a covid-19, a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo passou a exigir a receita de apenas um medicamento usado para o tratamento ou ainda os outros tipo de comprovantes.

A recomendação do Ministério da Saúde é a de que portadores de hipertensão arterial sistêmica só poderiam receber a vacina se fizessem uso de três ou mais anti-hipertensivos de diferentes classes.

Além disso, segundo a secretaria, pessoas que não souberem especificar seu tipo de hipertensão ainda podem ser vacinadas, desde que apresentem algum comprovante como exames, receitas, relatório médico, prescrição médica, com o registro do médico com data de emissão máxima de 2 anos.

“Tendo em vista a complexidade da avaliação do grupo Hipertensão Arterial Resistente, nos casos de dificuldades do paciente para a descrição da comorbidade, deve se proceder com a vacinação considerando um dos comprovantes de condição de risco”, diz a secretaria por meio de nota.

Os tipos de hipertensão previstos para a vacinação em São Paulo:

- Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS): qualquer indivíduo hipertenso em uso de um ou mais medicamentos;
- Hipertensão pulmonar: hipertensão pulmonar primária ou secundária
- Cardiopatia hipertensiva

Últimas