Irã supera a marca de 2,5 mil mortes em decorrência da covid-19


De acordo com o Ministério da Saúde do país, são 3.076 novos casos de infectados com relação ao boletim divulgado na sexta-feira (27)

Atualmente, o país tem 3.206 pessoas em estado grave sendo tratadas

Atualmente, o país tem 3.206 pessoas em estado grave sendo tratadas

Alaa al-marjan/ Reuters - 15.03.2020

O Ministério da Saúde do Irã anunciou neste sábado (28) que o país registrou 139 novas mortes em decorrência da infecção pelo novo coronavírus, chegando a 2.517 no total, enquanto o número de pessoas que sofreram contágio é de 35.408.

Ainda segundo a contabilização oficial, são 3.076 novos casos de infectados com relação ao boletim divulgado ontem (27). Atualmente, o país tem 3.206 pessoas em estado grave sendo tratadas. Já 11.679 se recuperaram.

O presidente do Irã, Hassan Rohani, garantiu que o país tem infraestruturas e base de saúde fortes, dando conta de um avanço do novo coronavírus, como se viu em diversos outros países.

"Se a doença tiver uma escalada, nosso sistema, nossos médicos e enfermeiros estão prontos para o tratamento", disse o chefe de governo, em comunicado.

Para evitar o congestionamento de hospitais, foi ordenada a montagem de hospitais de campanha, exclusivamente, para atender pacientes diagnosticados com a covid-19.

"Talvez, seja surpreendente para o mundo como um país sob sanções internacionais, tem hospitais e leitos tão equipados, médicos e enfermeiros tão animados. Ao todo, 20% do orçamento do ano está voltado para o combate ao novo coronavírus", destacou Rohani.

As sanções impostas pelos Estados Unidos ao Irã dificultam o acesso aos medicamentos e equipamentos médicos, por isso, o governo do país asiático pediu que Washington coloque fim à política, para que melhorem as condições de enfrentamento.