Itália vê estabilidade em número de mortes e casos, mas espera queda

A tendência de baixa não ocorreu como era amplamente esperado em um país que está em quarentena há quase seis semanas

Dados diários de mortes e casos prolongam uma situação considerada estável

Dados diários de mortes e casos prolongam uma situação considerada estável

Manuel Silvestri/Reuters - 14.4.2020

As mortes pela covid-19 na Itália aumentaram. Nesta sexta-feira (17) foram registrados 575 óbitos, enquanto ontem (16) os dados contabilizaram 525. Já o número de novos casos diminuiu ligeiramente 3.786 para 3.493 nas últimas 24 horas.

Os registros diários de mortes e casos desta sexta prolongam uma situação considerada estável nos últimos 12 dias.

Esse platô está consideravelmente abaixo dos picos alcançados no final de março, mas a tendência de baixa não ocorreu como era amplamente esperado em um país que está em quarentena há quase seis semanas.

O número total de mortos desde o surgimento do surto em 21 de fevereiro chegou a 22.745, informou a Agência de Proteção Civil, o que representa o segundo maior do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.

O número de casos oficialmente confirmados subiu para 172.434, o terceiro maior registro mundial, atrás dos Estados Unidos e da Espanha.

Havia 2.812 pessoas em terapia intensiva nesta sexta, contra 2.936 na quinta-feira -- 14º declínio diário consecutivo.

Dos infectados originalmente, 42.727 foram declarados recuperados, contra 40.164 no dia anterior.