Coronavírus

Saúde Mais de 50% do grupo prioritário já receberam 1ª dose da vacina

Mais de 50% do grupo prioritário já receberam 1ª dose da vacina

Dados do Ministério da Saúde mostram que 39,8 mi de pessoas tomaram a primeira injeção; outros 18,9 mi têm as duas doses

Idosos representam maior contingente de pessoas com vacinação completa

Idosos representam maior contingente de pessoas com vacinação completa

José Aldenir/TheNews2/Estadão Conteúdo

Mais da metade do grupo prioritário da vacinação contra covid-19 já recebeu pelo menos a primeira dose de um imunizante, segundo dados do portal Localiza SUS, do Ministério da Saúde, atualizados na manhã desta terça-feira (25).

De acordo com os números, dos 78,28 milhões de pessoas que fazem parte da população-alvo estipulada pela pasta, 39,88 milhões de indivíduos (50,95%) já tomaram a primeira dose.

Outros 18,90 milhões (24,15%) completaram o esquema vacinal de duas doses.

Os trabalhadores da saúde integram o maior grupo imunizado até agora, com 11,6 milhões de pessoas. Destas, 4,58 milhões tomaram as duas doses.

Na distribuição por faixa etária, pessoas acima de 60 anos são as que mais completaram o esquema vacinal: 14,4 milhões. O restante (26,5 milhões) ainda precisa tomar a segunda dose.

Cabe destacar que muitas pessoas vacinadas com a CoronaVac tiveram atraso para receber a segunda dose no intervalo recomendado, de até 28 dias.

Os que recebem as vacinas da AstraZeneca ou Pfizer tomam o reforço após 12 semanas.

A CoronaVac continua sendo a vacina mais aplicada no país, com 65,4% do total de doses. Em seguida, estão a da AstraZeneca (32,8%) e da Pfizer (1,8%)

Atualmente, o Plano Nacional de Vacinação Contra a covid-19 está imunizando com a primeira dose pessoas abaixo de 60 anos com comorbidades. Este é o maior grupo do programa, com cerca de 22 milhões de indivíduos.

A vacinação teve início no Brasil em 17 de janeiro. Desde então, o PNI (Programa Nacional de Imunizações) já distribuiu 89,53 milhões de doses a estados e municípios.

Últimas