Coronavírus

Saúde Médicos testam ibuprofeno para problemas respiratórios da covid-19

Médicos testam ibuprofeno para problemas respiratórios da covid-19

Anti-inflamatório é avaliado, no Reino Unido, para diminuir risco de parada respiratória em pessoas com sintomas graves causados pelo novo coronavírus

Reuters - Internacional
Anti-inflamatório é testado em pacientes com covid-19

Anti-inflamatório é testado em pacientes com covid-19

Phil Noble/ Reuters - 07.04.2016

Médicos britânicos estão testando uma formulação do anti-inflamatório ibuprofeno para ver se ele diminui a parada respiratória em pacientes com sintomas graves de covid-19.

O teste envolve uma formulação particular de ibuprofeno, que pesquisadores disseram ter se mostrado mais eficiente do que o ibuprofeno convencional para o tratamento da insuficiência respiratória aguda, uma complicação da covid-19.

A formulação já tem licença de uso para outras doenças no Reino Unido.

"Se tiver sucesso, o valor deste teste para a saúde pública global será imenso, dado o custo baixo e a disponibilidade deste remédio", disse Matthew Hotpot, diretor do Centro de Pesquisa Biomédica NIHR Maudsley.

O teste, conhecido como "Liberate", será um estudo aleatório, e nos próximos meses até 230 pacientes devem ser recrutados.

Ele está sendo administrado pela Guy's & St Thomas' NHS Foundation Trust de Londres, o King's College de Londres e a organização farmacêutica SEEK.

Em março, o ministro da Saúde francês disse que as pessoas não deveriam usar anti-inflamatórios como o ibuprofeno se tiverem sintomas da covid-19, a doença respiratória causada pelo novo coronavírus.

Mas agências reguladoras de remédios dos Estados Unidos, do Reino Unido e da União Europeia, além da Reckitt Benckiser, a fabricante do Nurofen, disseram não haver indícios de que o ibuprofeno agrava a covid-19.

Veja também: 

Cafés de Paris reabrem mantendo distanciamento social

Últimas