Ministério alerta para aumento das infecções respiratórias no inverno

Secretário Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, avalia que situação deste ano será agravada pela presença da covid-19 entre as doenças

Oliveira destaca que fenômeno ocorre todos os anos

Oliveira destaca que fenômeno ocorre todos os anos

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O secretário Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira, alertou nesta terça-feira (28) que a chegada do inverno tende a agravar ainda mais a situação do sistema de saúde brasileiro com o avanço das doenças respiratórias.

“O Brasil tem uma sazonalidade de doenças respiratórias que ocorrem entre o outono e o inverno. Na transição do outono para o inverno, é o período em que os vírus respiratórios circulam com mais velocidade”, explicou ele, citando como exemplo a covid e o influenza.

Leia mais: 30% dos novos óbitos por covid-19 ocorreram nos últimos três dias

Para Oliveira, o fenômeno acontece todos os anos e deve ser agravado devido ao novo coronavírus. “É natural que tenhamos como consequência um aumento no número de internações por causas respiratórias, independentemente da covid. Com a presença da covid, isso se torna ainda mais intenso e, por isso, exige mais atenção”, orientou o secretário.

Diante da situação, Oliveira reforçou a necessidade de manter os hábitos de lavar as mãos com frequência, cobrir a boca ao tossir e expirar, não compartilhar objetos pessoais e utilizar máscaras de proteção.