Coronavírus

Saúde Ministério da Saúde faz 2º pedido à Anvisa para importar Covaxin

Ministério da Saúde faz 2º pedido à Anvisa para importar Covaxin

Em março, agência negou importação e analisa se foram feitos acertos para permitir chegada de 20 milhões de doses compradas

  • Saúde | Do R7

Ministério faz novo pedido de importação de 20 milhões de doses da Covaxin

Ministério faz novo pedido de importação de 20 milhões de doses da Covaxin

Tauseef Mustafa/AFP - 29.04.2021

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recebeu na noite da última segunda-feira (24), um novo pedido para importar 20 milhões de doses da vacina anticovid Covaxin, fabricadas na Índia. O pedido foi feito pelo Ministério da Saúde, que comprou os imunizantes no mês de fevereiro. 

Esse é o segundo pedido feito na agência, já que em março foi negado pela Diretoria Colegiada da Anvisa a autorização excepcional e temporária para importação e distribuição da vacina. A farmacêutica Precisa Medicamentos e o Ministério acertaram os aspectos que motivaram o indeferimento e entraram com o pedido novamente. 

Além disso, a Bharat Biotec, fabricante das doses da Covaxin compradas pelo Brasil, protocolou novo pedido na agência brasileira para conseguir certificação para cumprimento das Boas Práticas de Fabricação. 

A Covaxin tem autorização de uso emergencial na Índia e, segundo dados da farmacêutica, apresenta de 78% de eficácia em geral, com 100% de eficácia para evitar casos graves da covid-19. A empresa Medicamento Experimental recebeu autorização da Anvisa para fazer testes clínicos do imunizante no Brasil. 

Quatro vacinas são autorizadas no País: CoronaVac, AstraZeneca, Pfizer e Johnson & Johnson. 

Últimas