Saúde Ministro da Saúde cogita nova contratação de médicos cubanos nos próximos meses

Ministro da Saúde cogita nova contratação de médicos cubanos nos próximos meses

Até o momento, o programa conseguiu recrutar 6.600 profissionais

Ministro da Saúde cogita nova contratação de médicos cubanos nos próximos meses

Até o momento, o programa conseguiu recrutar 6.600 profissionais, a maioria proveniente da cooperação com a Opas

Até o momento, o programa conseguiu recrutar 6.600 profissionais, a maioria proveniente da cooperação com a Opas

Edmar Melo/JC Imagem/EstadãoConteúdo

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou que uma nova contratação de médicos cubanos, por meio da cooperação com a Opas (Organização Pan-Americana de Saúde), poderá ser feita nos próximos meses, para atingir a meta de 13 mil profissionais no Mais Médicos assumida pelo governo.

— Se necessário, traremos. A avaliação tem sido muito positiva.

Até o momento, o programa conseguiu recrutar 6.600 profissionais, a maioria proveniente da cooperação com a Opas. Padilha afirmou que vai esperar até início de fevereiro para verificar a adesão de profissionais brasileiros e estrangeiros com diploma validado no Brasil à chamada individual para preenchimento das vagas.

Com 14% dos vagas, Mais Médicos terá 4ªfase

Há também a possibilidade de profissionais que concluíram o Provab (Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica), um programa que direciona médicos brasileiros para áreas consideradas mais carentes, declararem se aceitam a migração para o Mais Médicos. Os postos remanescentes, completou, serão ocupados por profissionais da cooperação com governo de Cuba ou outra que possa surgir.

Governo lança edital para médicos interessados no Provab

Quer mandar torpedos com mais vantagens? Clique aqui e saiba mais