Novo Coronavírus

Saúde Morre paciente de covid com suspeita de fungo em MS

Morre paciente de covid com suspeita de fungo em MS

Homem de 71 anos estava internado devido ao novo coronavírus em Campo Grande e apresentava sintomas de mucormicose

  • Saúde | Do R7

Paciente estava internado desde 18 de maio

Paciente estava internado desde 18 de maio

Divulgação Hospital Adventista do Pênfigo

Um homem com covid-19 grave, de 71 anos, e suspeita de mucormicose, doença causada por fungo, morreu na quarta-feira (2) em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, segundo a  Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande. 

O idoso tinha duas comorbidades, diabetes e hipertensão arterial, e já havia recebido as duas doses da vacina contra a covid-19, em 23 de março e 23 de abril. 

O paciente estava internado em estado grave desde 18 de maio e, dez dias após a entrada no hospital, apresentou sintomas da infecção po fungos no olho esquerdo, de acordo com a secretaria. A pasta informa que foi notificada na segunda-feira (31) e relatou ao CIEVS (Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde).  

Neste ano, 29 casos de mucormicose já foram registrados no país, dos quais, quatro foram após infecção por covid-19, segundo o Ministério de Saúde. Esses quatro casos ocorreram em Araguaina (PA), Fortaleza (CE), Natal (RN) e São Paulo (SP). 

O Ministério ressalta que a ocorrência de casos de mucormicose registrados no Brasil não tem, até o momento, relação com a variante indiana do SARS-CoV 2, chamada de Delta, já que ocorreram antes da detecção dessa cepa no país.

Além do paciente de Campo Grande, há outros dois com covid com suspeita de mucormicose: um homem de 51 anos em Joinville (SC) e outro na faixa etária dos 30 anos em São Paulo

A Índia registrou um aumento de casos da infecção por fungo em pacientes com covid-19 e alguns estados declararam epidemia de mucormicose. 

Últimas