Morre paciente espanhol há mais tempo internado em UTI por covid

Javier Izuzquiza, de 66 anos, ficou internado por 120 dias, mas não resistiu à infecção. A notícia foi confirmada pelo filho Francisco em um podcast

Espanha ainda luta contra a covid-19

Espanha ainda luta contra a covid-19

Sergio Perez/Reuters - 27.4.2020

O paciente espanhol que estava há mais tempo internado em uma unidade de terapia intensiva (UTI) por covid-19, um total de 120 dias, morreu por causa da doença.

Leia mais: Infecções por covid-19 na Espanha aumentam 400% por semana

Javier Izuzquiza, de 66 anos, morreu na quinta-feira passada. Os primeiros sintomas da doença, causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, tinham surgido no dia 13 de março.

O filho de Javier, o locutor e produtor de rádio Francisco Izuzquiza, divulgou a notícia neste fim de semana em um podcast no qual narrava a situação do pai.

"Meu pai, Javier, tinha a esperança de aparecer no jornal sob aplausos no dia de sua alta na UTI", comentou Francisco em redes sociais.

Após muito tempo sedado na UTI, Javier Izuzquiza chegou a acordar no dia 4 de junho, o que alimentou a esperança da família de que ele poderia se recuperar completamente.