Novo Coronavírus

Saúde Mundo bate novo recorde com mais de 378 mil casos de covid-19 em 24h

Mundo bate novo recorde com mais de 378 mil casos de covid-19 em 24h

Também foram registradas mais de 8.500 mortes causadas pela doença nesse período, de acordo com a Organização Mundial da Saúde

Mundo bateu recorde de casos de covid-19 pelo terceiro dia seguido

Mundo bateu recorde de casos de covid-19 pelo terceiro dia seguido

/LYNN BO BO/EFE/EPA - 11.10.20

O mundo registou mais de 378 mil novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas e bateu recorde de infecções diárias pelo terceiro dia consecutivo neste domingo (11). Além disso, foram registradas mais de 8.500 mortes causadas pela doença, segundo o Organização Mundial da Saúde (OMS).

Com isso, o número total de casos em 10 meses de pandemia sobe para 37,1 milhões, e o de óbitos para 1,07 milhão, ainda de acordo com a OMS.

Mais de 30 milhões de casos estão concentrados na América, Sul da Ásia e Europa, as regiões mais afetadas, sendo 17,7 milhões diagnósticos positivos para o novo coronavírus no continente americano, 7,9 milhões no Sul da Ásia e 6,9 ​​milhões no território Europeu.

A América também soma mais de 588 mil mortes, em comparação com 246 mil na Europa e 126 mil no sul da Ásia.

Leia também: 'Covid-19 não é pandemia, mas sindemia': o que essa perspectiva científica muda no tratamento

O continente europeu, com curva de contágio em alta, já está perto de 120 mil casos diários, enquanto a América ultrapassa 150 mil e não mostra sinais de queda em seu gráfico.

O Sul da Ásia, com cerca de 80 mil casos por dia, conseguiu diminuir as infecções pelo vírus em relação aos números registrados em setembro, quando atingiu mais de 100 mil.

Por país, neste fim de semana, os Estados Unidos superaram os 7,5 milhões de casos, a Índia os sete milhões e o Brasil os cinco milhões. Essas são as três nações mais afetadas pela pandemia, concentrando mais da metade das infecções globais.

Leia também: Índia ultrapassa marca de 7 milhões de casos do novo coronavírus

Na quarta posição está a Rússia, com quase 1,3 milhão de casos, seguida imediatamente pela Colômbia (894 mil infecções), Argentina (871 mil), Espanha (861mil ), Peru (843. mil) e México (809 mil).

Na lista dos países com maior mortalidade, também liderados pelos EUA com mais de 212 mil mortes e em que o Brasil, em segundo lugar, atinge 150 mil, o México é o quarto com mais de 83 mil, o Peru sétimo (33 mil), a Espanha o oitavo (32 mil), Colômbia décimo primeiro (27 mil) e Argentina décimo segundo (23 mil), segundo dados da OMS.

Os pacientes recuperados são mais de 28 milhões, três quartos do total, e cerca de 68 mil casos ativos, o equivalente a 1%, estão em estado grave ou crítico.

Últimas