Novo Coronavírus

Saúde Mundo chega a 6 milhões de casos de coronavírus, diz universidade

Mundo chega a 6 milhões de casos de coronavírus, diz universidade

Continente americano é novo epicentro da doença, EUA têm mais de 1,7 milhões de casos e Brasil está em segundo lugar, com quase 500 mil infecções

Mundo chega a 6 milhões de casos de coronavírus

Mundo chega a 6 milhões de casos de coronavírus

Ritzau Scanpix/Olafur Steinar Rye Gestsson via REUTERS

O mundo passou da marca dos 6 milhões de casos de coronavírus confirmados, segundo a Universidade Johns Hopkins, com o continente americano como epicentro da doença.

O Brasil é o segundo país com o maior número de infecções, com 498 mil, e é o país mais afetado pela doença na América Latina. Os Estados Unidos continua com a liderança, com mais de 1,7 milhão do contágios.

Segundo os dados coletados pela instituição, mais de 369 mil pessoas morreram no mundo, sendo 100 mil dos óbitos registrados nos EUA. O segundo país com o maior número de mortes é o Reino Unido, com mais de 38 mil óbitos, o maior número da Europa.

Desde o começo de maio, o continente americano se tornou o epicentro global da doença. A preocupação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é com a subnotificação dos casos e que o número de contágios possa ser muito maior do que o registrado pelos governos.

Na Europa, que sofreu com o coronavírus por 3 meses, alguns países já estão reabrindo e retirando as restrições impostas para controlar a disseminação do vírus.

A África segue sendo a região menos afetada pela doença, com mais de 110 mil casos registrados em todos os 55 países, mas o continente está registrando um aumento no número de transmissões comunitárias.

Últimas