Número de mortes por coronavírus na China supera vítimas da Sars

Comissão Nacional de Saúde da China contabiliza 811 mortes e mais de 37 mil casos confirmados; vírus foi identificado em pelo menos 27 países e regiões

Aly Song/ Reuters - 09.02.2020

A China viu aumentar para 811 o número total de mortes pelo surto de coronavirus, ultrapassando neste domingo a quantia de mortos globalmente pela epidemia de Sars, enquanto as autoridades locais traçam planos para que milhões de pessoas voltem ao trabalho após feriado estendido do Ano Novo Lunar.

Muitas das cidades chinesas costumeiramente apinhadas de gente nas ruas se tornaram quase cidades-fantasma nas últimas duas semanas, já que os governantes do Partido Comunista ordenaram bloqueios, cancelaram voos e fecharam fábricas e escolas.

Mesmo na segunda-feira, um grande número de locais de trabalho e unidades de ensino permanecerão fechados e diversos empregados trabalharão de casa.

A escala do potencial baque a uma economia que foi o motor do crescimento global nos últimos anos afetou mercados financeiros, com as ações caindo e os investidores mudando suas atenções para o ouro, títulos financeiros e os ienes japoneses.

O gabinete do governo chinês declarou neste domingo que trabalhará junto às autoridades de transporte para garantir o bom retorno ao trabalho de funcionários de setores-chave, como alimentos e medicamentos.

O grupo especial de coronavírus do Conselho de Estado também disse que os trabalhadores devem retornar em "escalas", em vez de todos de uma vez, para reduzir os riscos de infecção.

O embaixador da China na Grã-Bretanha descreveu o recém-identificado vírus como "inimigo da humanidade" em entrevista à BBC neste domingo, mas acrescentou que o problema "é controlável, evitável e curável".

"Neste momento é muito difícil prever quando teremos um ponto de inflexão", disse Liu Xiaoming. "Nós certamente esperamos que chegue em breve, mas o isolamento e as medidas de quarentena foram muito eficazes."

A Comissão Nacional de Saúde da China registrou outras 89 mortes no sábado, elevando o total bem acima das 774 vítimas da Sars, ou Síndrome Respiratória Aguda Grave, que preocupou o mundo entre 2002 e 2003.

O total de casos confirmados de coronavírus na China é de 37.198, segundo dados da comissão. Novas infecções registraram a primeira queda desde 1º de fevereiro, caindo abaixo de 3.000, com 2.656 casos. Destes, 2.147 casos ocorreram na província de Hubei, epicentro do surto.

O vírus também se espalhou para pelo menos 27 países e regiões, de acordo com uma contagem da Reuters baseada em relatórios oficiais, infectando mais de 330 pessoas. Duas mortes foram registradas fora da China continental - ambas de pessoas de nacionalidade chinesa.