Novo Coronavírus

Saúde O que significa hospital com mais de 100% de leitos de UTI ocupados?

O que significa hospital com mais de 100% de leitos de UTI ocupados?

Pior fase da pandemia faz médicos intubarem pacientes em enfermarias e internar mais casos do que a capacidade de UTIs

  • Saúde | Carla Canteras, do R7

Hospitais no Brasil estão lotados e pacientes esperam vaga em PS

Hospitais no Brasil estão lotados e pacientes esperam vaga em PS

Denner Ovidio/iShoot/Folhapress - 2.3.2021

Os piores dias da pandemia da covid-19 no Brasil até o momento levaram hospitais públicos e privados a atingirem a ocupação de mais de 100% de leitos nas UTIs (Unidades de Terapias Intensivas). Um exemplo é no Rio Grande do Sul, onde mais de 17 hospitais atingiram essa marca. Mas, fica a dúvida: como é possível alcançar a ocupação de mais de 100%?

O infectologista e intensivista Jaques Sztajnbok, supervisor da UTI do Instituto de Infectologia Emilio Ribas, de São Paulo, explica que esses números aparecem quando as equipes de saúde fazem o que podem para atender ao doente.

“Para tentar salvar os pacientes, os médicos fazem o que é possível e acabam intubando os doentes fora de uma terapia intensiva. Por exemplo: quando vimos o Hospital Moinho de Vento, que é particular em Porto Alegre, com 140% de ocupação, significa que há pacientes intubados na enfermaria. É uma forma de manter o paciente até ter leito vago”, diz o médico.

Sztajnbok afirma que não é a situação mais indicada, mas é difícil de ser evitada no momento de quase colapso que vive o Brasil. “Têm infectados que estão sendo intubados nas UPAS (Unidade de Pronto-Atendimento). Não é o adequado, mas não tem como fazer. Os médicos intubam e solicitam vagas no sistema de saúde. Na situação de Síndrome Aguda Grave, como covid-19, o paciente precisa receber oxigênio, não tem jeito.”

Os números superiores de 100% também acontecem quando os pacientes graves estão nos prontos-socorros dos hospitais a espera de um leito, mesmo sem estarem entubados ou respirando com ajuda mecânica.

Últimas