Novo Coronavírus

Saúde OMS admite relação 'plausível' entre vacina de Oxford e coágulos

OMS admite relação 'plausível' entre vacina de Oxford e coágulos

Organização, no entanto, afirma não haver comprovação desta novo possível efeito colateral do imunizante

  • Saúde | Do R7, com AFP

Entidades de saúde reforçam segurança da vacina e dizem que coágulos são muito raros

Entidades de saúde reforçam segurança da vacina e dizem que coágulos são muito raros

Kai Pfaffenbach/Reuters - 24.03.2021

Pela primeira vez, a OMS (Organização Mundial da Saúde) admitiu um possível novo efeito adverso da vacina Oxford/AstraZeneca: a formação de coágulos.

Segundo a entidade, o tromboembolismo após a vacinação em uma minoria de indivíduos é "plausível", mas ainda sem confirmação.

A declaração ocorre no mesmo dia em que a EMA (Agência Europeia de Medicamentos) ter falado sobre "uma possível ligação com casos muito raros de coágulos sanguíneos incomuns, juntamente com níveis baixos de plaquetas sanguíneas".

O órgão regulador europeu, no entanto, considera que o número de casos registrados é muito baixo, e reforça que os benefícios da vacina são superiores aos riscos.

Coágulos sanguíneos em pessoas que receberam a vacina da AstraZeneca podem ser uma resposta imunológica, disse o diretor-executivo da EMA, Emer Cooke, em uma videoconferência.

"Nenhum fator de risco específico, como idade, sexo ou histórico médico foi confirmado", explicou Cooke.

Últimas