OMS eleva para 'muito alto' risco envolvendo coronavírus

Doença provocada pelo SARS-CoV2 já é registrada em mais de 50 países ao redor do mundo, mas ainda não é considerada pandemia

Doença ganha força na Europa, principalmente na Itália

Doença ganha força na Europa, principalmente na Itália

EFE/EPA/ETTORE FERRARI

A OMS (Organização Mundial da Saúde) elevou para "muito alto" o risco de propagação e do impacto do novo coronavírus (SARS-CoV2) em todo o mundo, em comunicado nesta sexta-feira (28).

Já são mais de 50 países com casos do novo coronavírus

De acordo com a OMS, a China reportou nas últimas 24 horas 329 casos de covid-19 (doença provocada pelo SARS-CoV2), "o menor [número] em mais de um mês". 

O total de casos em todo o mundo chega a 78,9 mil, incluindo 2.791 mortes. Fora da China, já são 4.351 casos em 49 países, com 67 óbitos. 

A Itália, que concentra o maior número de infectados pelo SARS-CoV2, em toda a Europa, exportou 24 casos para 14 países, incluindo o Brasil. O Irã exportou 97 casos para 11 países.

"O que vemos no momento são epidemias vinculadas à covid-19 em vários países, mas a maioria dos casos ainda pode ser atribuída a contatos conhecidos ou grupos de casos. Ainda não vemos evidências de que o vírus esteja se espalhando livremente nas comunidades", ressaltou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.