Novo Coronavírus

Saúde OMS exalta compromisso de EUA e Europa com repartição de vacinas

OMS exalta compromisso de EUA e Europa com repartição de vacinas

Estados Unidos, França, Alemanha e Reino Unido assumiram responsabilidade de repartir imunizantes com o Covax Facility 

  • Saúde | Da EFE

Tedros Adhanon, presidente da OMS, falou que compartilhar vacinas é essencial

Tedros Adhanon, presidente da OMS, falou que compartilhar vacinas é essencial

Salvatore Di Nolfi/EFE

A Organização Mundial da Saúde (OMS) destacou nesta sexta-feira que países como Estados Unidos, França, Alemanha e Reino Unido anunciaram novos compromissos com o mecanismo COVAX para a repartição global de vacinas contra a covid-19.

"Há um movimento crescente pela equidade na entrega de vacinas, e saúdo os líderes mundiais que estão à altura do desafio", disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, em comunicado.

As declarações do chefe da entidade marcam a conclusão dos primeiros 50 dias de 2021 e também metade do prazo estabelecido pela OMS para tentar alcançar o objetivo de 100 dias para que a vacina chegue a todos os países do planeta.

"É necessário que os países compartilhem doses, aumentem a produção de doses e garantam um fornecimento sustentável de vacinas para que todos possam ser imunizados", disse o etíope.

Os EUA anunciaram nesta quinta-feira que doarão "imediatamente" US$ 2 bilhões para o desenvolvimento e distribuição equitativa de vacinas contra a covid-19 em nível mundial, e fornecerão mais US$ 2 bilhões nos próximos meses, em uma tentativa de assumir a liderança internacional contra a pandemia.

Últimas