Novo Coronavírus

Saúde OMS negocia com países do G20 recursos e vacinas para o Covax

OMS negocia com países do G20 recursos e vacinas para o Covax

China e Índia, produtores de imunizantes, também negociam com organização doses para consórcio que atende países mais pobres 

Reuters
OMS negocia vacinas com países mais ricos do mundo

OMS negocia vacinas com países mais ricos do mundo

Kai Försterling/EFE

Um alto funcionário da OMS (Organização Mundial da Saúde) disse, nesta segunda-feira (7), que a entidade mantém negociações com os países do G20 (grupo formado com 20 economias mais ricas do mundo), incluindo China e Índia, para conseguir  doações financeiras e de vacinas contra a covid-19 para o consórcio Covax Facility.

Bruce Aylward, conselheiro sênior do diretor-geral da OMS e coordenador do ACT-Accelerator da agência, também disse aos repórteres que a OMS queria que os Estados Unidos, países membros da UE (União Europeia), Grã-Bretanha, Canadá e Japão contribuíssem com as doses.

Aylward afirmou ainda apresentou uma proposta na última sexta-feira por meio da UE à Organização Mundial do Comércio para ampliar o acesso à vacina covid-19 a renúncia aos direitos de patente "agregaria valor".

O consórcio Covax é organização pela ONU (Organização das Nações Unidas) e pela OMS para que os países mais pobres tenham acesso à doses de imunizantes. 

Últimas