Novo Coronavírus

Saúde OMS recomenda uso de máscaras nas reuniões familiares de Natal

OMS recomenda uso de máscaras nas reuniões familiares de Natal

Alerta foi feito pelo escritório regional da Europa, que ressaltou o temor de uma terceira onda de covid-19 nos primeiros meses de 2021 na região

  • Saúde | Do R7

Reuniões de Natal podem levar a uma terceira onda de covid-19 na Europa

Reuniões de Natal podem levar a uma terceira onda de covid-19 na Europa

Reprodução/Freepik

O Escritório Regional para a Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendou nesta quarta-feira (16) o uso de máscaras durante as reuniões familiares por ocasião do Natal e advertiu para a possibilidade de uma terceira onda de contágio no continente, nos primeiros meses de 2021.

Leia também: Toda a população brasileira deve ser imunizada entre 12 e 16 meses

"Os encontros deveriam ser em espaços externos, se for possível, e os participantes devem utilizar máscaras e manter distanciamento físico. Em espaços internos, deve-se limitar o tamanho do grupo e garantir uma boa ventilação, para reduzir o risco de exposição", indicou a subdivisão da agência, por meio de comunicado.

De acordo com a nota da OMS Europa, as reuniões familiares em espaços fechados podem ser perigosas, pela presença de pessoas de diferentes casas e idades, que não necessariamente podem ter adotado as medidas de prevenção nas semanas que antecederam a celebração.

"Pode parecer incômodo usar máscaras e praticar a distância física com amigos e família, mas fazer isso contribui de forma significativa para que cada um fique seguro e saudável", aponta o comunicado.

A OMS Europa, além disso, recomenda que sejam evitadas as aglomerações nos meios transportes, antes e depois das festas. E também pediu uma redução no deslocamento em países com ampla transmissão comunitária do novo coronavírus.

Além disso, a subdivisão da Organização Mundial apontou que todas as celebrações religiosas pelo Natal deverão acontecer ao ar livre, sempre que possível, com limitação de público, além da imposição de medidas de distanciamento físico, ventilação, higiene, uso de máscaras, independente da situação epidemiológica da localidade. 

Últimas